Lady Gaga: relembre momentos de superação vividos pela cantora

·3 minuto de leitura

A série documental "The me you can't see", que estreou nesta sexta na Apple TV, trouxe a revelação de uma violência sexual sofrida por Lady Gaga. Em seu depoimento para a produção, que tem a saúde mental como tema, a cantora e compositora contou que engravidou após ser estuprada aos 19 anos, por um produtor musical, o que causou um surto psicótico e impulsos a automutilação.

Uma das maiores estrelas do pop e vencedora dos principais prêmios da indústria, como o Grammy, o Globo de Ouro e o Oscar (pela canção original do filme "Nasce uma estrela"), Lady Gaga jamais revelou aos fãs e à imprensa o episódio e como ele marcou sua vida. A cantora, contudo, já enfrentou outros dramas pessoais, e os transformou em episódios de superação que inspiraram por anos sua grande legião de fãs.

Em 2013, Gaga revelou em suas redes sociais que convivia com uma dor crônica, sem, no entanto, revelar a causa do problema. A razão veio à público em 2017, quando a cantora cancelou sua participação no Rock in Rio: fibromialgia, uma síndrome clínica que gera dores fortes em todo o corpo e por longos períodos, causando grande sensibilidade em articulações, músculos e tendões. No ano passado, Gaga postou uma foto sua em uma sessão de crioterapia antes de uma apresentação. O procedimento é feito com o corpop ou parte dele mergulhado em uma banheira de gelo, a uma temperatura de cerca de -4 °C, por aproximadamente quatro minutos. A técnica é usada geralmente por atletas para aliviar dores musculares ou depois de atividades de grande exigência física.

Além da fibromialgia, a cantora já contou que sofre de outra doença crônica, o lúpus, uma síndrome autoimune rara, em que os anticorpos atacam o próprio organismo e para a qual não existe cura.

Também em 2017, Lady Gaga passou por uma grande perda durante as filmagens de "Nasce uma estrela". Em uma entrevista para a "Entertainment Weekly", Gaga falou da morte de sua melhor amiga, Sonja Durham. A cantora e atriz deixou o set às pressas para passar os últimos minutos com a amiga, que estava em um estágio de câncer avançado, havendo chegado a órgãos o cérebro e os pulmões.

No ano passado, um de seus familiares foi infectado pelo coronavírus e ficou por dois meses no hospital. Sem dizer de quem se tratava, Gaga relatou idas frequentes à UTI. No ano passado, um de seus familiares foi infectado pelo coronavírus e ficou por dois meses no hospital. Sem dizer de quem se tratava, Gaga relatou idas frequentes à UTI. “Eu não falei com essa pessoa sobre tornar isso público, mas vou te dizer que um membro da minha família ficou muito, muito, muito doente recentemente e passou quase dois meses internado”, desabafou a cantora em entrevista à revista "People" A cantora também se emocionou com o trabalho dos profissionais de saúde:“Eu nunca havia visto os atos heroicos de bravura que testemunhei, assistindo a esses médicos, enfermeiros e pessoas que estavam limpando os hospitais”.

Em 2014, a cantora expôs seus problemas com drogas e álcool. Em uyma entrevista ao programa de rádio "The Howard Stern", Gaga disse estar se curando da depressão e do consumo excessivo destas substâncias. Na mesma época, Jennifer O'neill, sua ex-assistente, publicou no Reddit uma série de inconfidências sobre a a cantora, como as drogas que usava ("LSD, cocaína, Molly") e que ela era obcecada pelo sucesso. Na época, Jennifer estava processando Gaga para receber o pagamento por suas horas extras relativas aos 17 meses em que trabalhou para a diva pop.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos