Lady Gaga precisou abortar após estupro aos 19 anos

·2 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Lady Gaga participou da série que fala sobre saúde mental ‘The Me You Can’t See’

  • A cantora revelou que engravidou após ser vítima de abuso sexual.

  • A cantora foi abusada por um produtor musical, mas não revelou a identidade.

Lady Gaga fez uma declaração marcante na série sobre saúde mental que estreounesta sexta-feira (21), "The Me You Can’t See". O projeto ainda conta com depoimentos do príncipe Harry e Oprah Winfrey.

Leia também:

Durante seu depoimento, Lady Gaga compartilhou detalhes de uma época em que descobriu que estava grávida após ser vítima de abuso sexual. "Eu tinha 19 anos, já trabalhava no ramo e um produtor me disse: 'tire a roupa' e eu disse não. Saí e eles me disseram que iriam queimar todas as minhas músicas. E não pararam. Eles não pararam de me perguntar, e eu simplesmente congelei e eu ... eu não consigo nem lembrar. Primeiro senti uma dor total, depois fiquei paralisada", começou Gaga, que não conseguiu conter as lágrimas.

Gaga preferiu não revelar o nome do produtor por motivo de nunca mais querer encará-lo novamente. Depois, ela foi ao hospital por conta de dores e descobriu que estava grávida do estuprador.

"A pessoa que me estuprou me deixou grávida em uma esquina na casa dos meus pais, porque estava vomitando e enjoando. Porque fui abusada. Fiquei trancada em um estúdio por meses", ainda disse a popstar, revelando que isso a levou a um surto psicótico que ainda estava acontecendo quando ela aceitou o Oscar de "Nasce uma Estrela", em 2019.

"Tive um surto psicótico total e, por alguns anos, não fui a mesma garota. A maneira como me sinto quando sinto dor é como me senti depois de ser estuprada. Já fiz tantas ressonâncias magnéticas e exames que não encontraram nada. Mas seu corpo se lembra", explicou.

A musa pop disse ainda que, mais recentemente, lidou com impulsos de automutilação. "Você sabe por que não é bom se cortar? Você sabe por que não é bom se jogar contra a parede? Você sabe por que não é bom se machucar? Porque faz você se sentir pior", acrescentou ela. “Você acha que vai se sentir melhor porque está mostrando a alguém: 'Olha, estou com dor'. Mas não ajuda."

Gaga disse também que, depois de vários anos, aprendeu todas as maneiras de se resgatar de todo o drama que passou. "Tudo começou a mudar lentamente", contou ela sobre o processo de cura do abuso sofrido e, claro, do aborto ao qual teve de submeter.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos