Laís Caldas retira excesso de pele das pálpebras; saiba mais sobre o procedimento

Laís Caldas (Foto: Globo/Fábio Rocha)
Laís Caldas (Foto: Globo/Fábio Rocha)

Motivo de insatisfação e insegurança há anos, o fato de Laís Caldas ter flacidez e rugas nas pálpebras também foi usado por haters como forma de ataque à dermatologista durante e após o "BBB 21". Esta semana, no entanto, ela anunciou que passou por uma blefaroplastia para resolver definitivamente a questão.

"Agora, vão ter que fazer bullying comigo usando outros adjetivos, porque 'olho caído' e 'olho de peixe morto' já não rolam mais", ironizou a ex-sister nas redes sociais.

Além dos comentários desagradáveis e os danos à autoestima, Wilian Pires, cirurgião plástico, destaca que o excesso de pele, bolsas e gordura na região pode gerar outros tipos de incômodo, como a sensação de peso no olhar e até a dificuldade de abrir os olhos. "Não se trata de algo puramente estético. Tanto que os planos de saúde cobrem esse procedimento, cada vez mais procurado", diz ele.

A cirurgia pode ser feita tanto nas pálpebras superiores quanto nas inferiores e é realizada no consultório ou no centro cirúrgico, de acordo com o tipo de anestesia. "Fechamos com pontos internos e, entre uma e duas semanas, o inchaço e as marcas arroxeadas melhoram", pontua o especialista. "A blefaroplastia em si dura em torno de uma a duas horas e, no pós-operatório, recomendamos compressa gelada nas primeiras 24 horas, evitar a exposição ao sol e o uso das medicações prescritas. Os resultados costumam ser bem satisfatórios e é raro ter a necessidade de refazer o procedimento", conclui o médico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos