Lançamentos da Microsoft e Nokia na guerra dos smartphones

A Microsoft e a Nokia uniram forças nesta quarta-feira para potencializar seu arsenal conjunto na guerra dos smartphones, com dois novos dispositivos que utilizam o sistema operacional Windows e tentam fazer frente ao iPhone e Android.

Os novos Nokia Lumia 820 e 920 são parte da estratégia da companhia finlandesa de "oferecer uma alternativa aos celulares pretos e cinzas encontrados aí fora", afirmou o presidente executivo da Nokia, Stephen Elop, no evento de lançamento em Nova York.

"Este é Lumia, o smartphone mais inovador do mundo", afirmou Elop.

O diretor executivo da Microsoft, Steve Ballmer, também compareceu ao evento, sem falar datas específicas de lançamento ou de preços para os diversos mercados.

Para Ballmer, o lançamento ressalta "o contexto mais amplo em que o Windows está inserido", com a apresentação também da última plataforma Windows 8 e o dispositivo Windows Phone 8.

"Este é um ano para o Windows", disse. "Smartphones Windows, tablets Windows, computadores pessoais Windows, repensamos o Windows de cima a baixo".

Disponível em diferentes cores vibrantes, como o amarelo ou o vermelho, os aparelhos utilizarão o sistema operacional da Microsoft Windows Phone 8, que tenta desafiar os líderes de mercado, Apple e Google.

A chefe da equipe de smartphones da Nokia, Jo Harlow, afirmou que o Lumia 920, que será o carro chefe, conta com câmera mais avançada, bateria mais duradoura e uma visualização "melhor que a de resolução HD", o que o transforma, segundo ela, no "telefone inteligente mais inovador do mundo".

O dispositivo inclui plataforma de localização da Nokia, que permite apontar um lugar em uma cidade e obter informações sobre lojas e restaurantes locais.

A nova bateria do telefone, afirmou Harlow, será 30% mais eficiente que a de seus competidores e incorporará a possibilidade de carregá-la sem fio, em uma tentativa da Nokia de aproximar sua tecnologia de aeroportos, cafeterias e outros lugares.

Na coletiva de imprensa também foi apresentado o Lumia 820, que oferece vantagens semelhantes a um preço mais baixo.

Contudo, o preço das ações da Nokia caíram mais de 10% depois das notícias do lançamento, embora os analistas ofereçam uma visão favorável dos telefones apresentados.

"Todos esperam pelo iPhone 5 (da Apple). Não há nenhum interesse pelo aparelho da Nokia, ainda que seja um bom produto", afirmou um dos acionistas ouvidos pela Dow Jones Newswire.

"Claramente a Nokia criou um produto que ninguém vai confundir com outro", afirmou Michael Gartenberg da empresa Gartner, mas a Nokia precisa "explicar aos consumidores porque o que é diferente é melhor".

A Nokia, que foi líder no mercado dos telefones móveis, tem perdido espaço no setor, por causa dos smartphones, dominados pelo sistema operacional do Google, Android, (64%) e pelo iPhone de Apple (18,8%) segundo dados da Gartner para o segundo trimestre do ano.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias