Disparada do preço do suco de laranja nos EUA tem a ver com o Brasil; entenda

·3 min de leitura
Laranjas terão a menor safra desde a 2ª Guerra Mundial; preços devem disparar nos EUA. (REUTERS/Lisa Baertlein) (REUTERS)
  • Laranjas terão a menor safra desde a 2ª Guerra Mundial; preços devem disparar nos EUA

  • Aumento previsto nos preços do suco de laranja vão incomodar o bolso dos americanos

  • USDA disse que espera que a Flórida produza 44,5 milhões de caixas de laranjas em 2022

Laranjas estão em apuros. As doenças cítricas e o mau tempo estão restringindo a oferta de laranjas nos Estados Unidos e internacionalmente. Enquanto isso, a demanda por suco de laranja – que vem caindo há anos – aumentou durante a pandemia.

Leia mais

Isso elevou os preços do suco de laranja durante a pandemia, e eles provavelmente continuarão subindo: os futuros de suco de laranja congelado subiram mais de 50% durante a pandemia e atingiram uma alta de dois anos na semana passada – subindo 5% apenas na quinta-feira (19).

"Você tem seu clássico descompasso entre oferta e demanda", disse Shawn Hackett, presidente da Hackett Financial Advisors, especializada em análise de commodities agrícolas. Por isso, os consumidores devem esperar "preços muito mais altos no supermercado".

O aumento previsto nos preços do suco de laranja ocorre quando os consumidores já enfrentam inflação em vários setores. O índice de preços ao consumidor dos EUA subiu 7% no ano passado antes dos ajustes sazonais, a maior alta nos preços desde junho de 1982, informou o Bureau of Labor Statistics na semana passada.

No ano passado, os alimentos consumidos em casa ficaram 6,5% mais caros, enquanto os preços nos restaurantes subiram 6%. Os preços de sucos de frutas e bebidas não alcoólicas já subiram 5,7% este ano, e os futuros de suco de laranja estão em alta.

Preços do suco de laranja devem disparar nos EUA
Preços do suco de laranja devem disparar nos EUA. (Scott Olson/Getty Images)

Diminuição da oferta

Na semana passada, o USDA disse que espera que a Flórida produza 44,5 milhões de caixas de laranjas este ano, uma colheita incomumente pequena. Esse seria o menor desde a temporada 1944-45, quando 42,23 milhões de caixas foram produzidas, disse um estatístico da Flórida do USDA.

"A safra cítrica da Flórida será uma das menores desde a década de 1940", disse Judith Ganes, presidente da J Ganes Consulting, que oferece análise de commodities para a indústria alimentícia e agrícola. "Será ainda menor do que a produção que ocorreu há vários anos... quando o furacão Irma passou pela Flórida", disse ela.

As plantações de laranja da Flórida, que são responsáveis ​​pela maior parte do suco de laranja do país, vêm diminuindo há anos, observou ela. Um culpado é uma doença cítrica insidiosa, conhecida como greening cítrico, que leva a laranjas menores e menos frutos por árvore.

"É difícil exagerar a decepção de outro declínio na previsão", disse Shelley Rossetter, diretora assistente de marketing global do Departamento de Citrus da Flórida, em comunicado. Ela acrescentou que os produtores de cítricos da Flórida estão focados em “buscar novas soluções para o esverdeamento dos cítricos”.

Laranjas menores rendem menos suco, explicou Ganes. Isso significa que os processadores, que já têm que pagar mais por causa da diminuição da oferta de laranjas, também precisam comprar mais laranjas para fazer a mesma quantidade de suco que vem de frutas saudáveis. Isso, por sua vez, significa maiores custos para os consumidores. Ao mesmo tempo, os produtores internacionais estão lidando com seu próprio conjunto de escassez.

"O Brasil teve uma seca histórica no ano passado que prejudicou significativamente a safra de laranja que é usada para produzir o suco de laranja", disse Hackett. "Eles não terão suprimentos exportáveis ​​no nível [típico]". E como contratos de fornecimento em todo o mundo, o suco de laranja está tendo um renascimento alimentado pela pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos