Larissa Manoela conta que Selton Mello a indicou para fazer 'Avenida Brasil': 'Tive que escolher o que queria'

A atriz Larissa Manoela relembrou a sua trajetória no início da carreira a dificuldade e apreensão durante vários testes que fazia no Rio de Janeiro e São Paulo. Neste momento, ela contou com o apoio do ator Selton Mello, com quem tinha feito o filme "O palhaço", dirigido e protagonizado por ele. Em entrevista ao Poddelas, ela recordou que eles ficaram próximos e que o ator a indicou para o papel de Ritinha da novela "Avenida Brasil", que acabou ficando com a atriz Mel Maia.

Até então, ela só tinha trabalhado na Globo uma única vez, em uma participação, quando fez Dalva de Oliveira na infância, na minissérie "Dalva e Herivelto", de 2010. Como tinha que viajar com seus pais de Guarapuava, no Paraná, para o Rio, quando tinha que fazer os testes para a emissora, ela contou que chegou até a pensar em desistir, aos 6 anos, depois de tentativas frustradas.

"Realmente quando as coisas são para acontecer, elas só acontecem. Falei para minha mãe que sempre foi o meu sonho fazer uma coisa na Globo. O que eu faço? Com 9 para 10 anos, eu tive que escolher o que fazer", lembra ela.

Na ocasião, ela havia acabado de passar no teste para fazer a novela "Carrossel", no SBT, e tinha ido contar feliz sobre a novidade ao amigo, que ficou frustrado porque queria levá-la para a Globo naquele momento.

"Disse para o Selton que sabia que a minha hora iria chegar. Ele disse que eu seria muito feliz e que estava ali confiando em mim, e na hora certa isso vai rolar", lembrou ela, dizendo que acabou escolhendo o SBT porque tinham muitas outras crianças no elenco.

Recentemente, Larissa viveu a protagonista da novela "Além da ilusão", da faixa das seis da Globo.