Latam aumenta taxa para despachar bagagem em voos nacionais

·1 minuto de leitura
  • Latam aumentou a taxa para despachar bagagens em voos nacionais.

  • Taxas agora chegam a R$140 para compras sem antecedência.

  • Valores são os mais altos entre companhias nacionais.

A partir de agora, passageiros da Latam que quiserem despachar bagagem terão que pagar uma taxa mais alta, depois de a companhia aérea ter aumentado os valores de tabela. As informações são do portal de notícias de turismo Melhores Destinos.

Leia também:

Segundo a reportagem do site, o valor mínimo para uma bagagem de até 23kg passou da faixa de R$60 a R$80 para R$75 a R$100, isso no caso de a compra ser feita com antecedência de pelo menos 48 horas do voo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Se a compra for feita com antecedência menor, essa taxa por chegar a R$140 na nova tabela. Os valores são, segundo o Melhores Destinos, os mais altos entre todas as companhias aéreas brasileiras.

Pilotos e comissários veteranos demitidos

A Latam Brasil foi notícia nesta semana também depois de ter iniciado um processo de demissões de pilotos e comissários veteranos, com mais tempo, ao mesmo tempo em que anunciou a recontratação de centenas de tripulantes.

As informações são de reportagem do portal de notícias Aeroin, especializado na cobertura do setor de aviação brasileiro.

De acordo com o texto, a reportagem foi procurada por fontes ligadas à Latam, que afirmaram que essas demissões estariam ocorrendo por elas “não estarem mais no perfil da companhia”. Esses profissionais teriam entre 15 e 25 anos de casa.

De acordo com o portal, seriam dezenas de demitidos. Em comunicado, porém, a Latam afirma que essas demissões não têm “caráter massivo”:

A empresa admite “estar fazendo alguns movimentos de admissão e demissão de colaboradores, como parte regular da taxa de rotatividade”, mas “reforça ainda que os movimentos de desligamentos na tripulação não têm caráter massivo.”

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos