Latino explica contas bloqueadas por dever pensão: "Priorizei filhos menores"

Lucas Pasin
·2 minuto de leitura
Latino
Latino

Latino foi surpreendido com suas contas bancárias bloqueadas. O motivo? Um das filhas do artista, Dayanna Maia, entrou na Justiça para cobrar pensão alimentícia. Cobrado por um valor de R$400 mil, os direitos autorais do cantor também foram bloqueados.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

As informações do processo foram publicadas pela colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’.

Leia também

Ao Yahoo, Latino falou com exclusividade na tarde desta terça-feira (20) sobre o processo e justifica: "Infelizmente isso tudo é verdade. A gente fica tentando driblar para não acreditar nessas coisas [processo], mas elas acontecem. Acredito que a gente vá resolver o mais breve possível. Ela tem 25 anos, trabalha, tem seu próprio dinheiro, não é justo que num momento tão difícil, onde não se pode nem fazer shows, ela queira exigir que o pai pague R$ 400 mil”.

O cantor explica que, com dez filhos, precisou priorizar: “Ajudei até os 18 anos e depois tive que parar. Segurar a barra de 10 filhos? Não é fácil. Tive que priorizar os filhos menores. Não quer dizer que não a ajudei, ajudei muito. Prefiro acreditar que foi uma atitude impensada dela, assim poderei continuar idolatrando minha filha.”

De acordo com entrevista de Latino para 'O Dia', o problema todo aconteceu quando ele assinou um acordo de que pagaria três salários mínimos para a filha até que ela completasse 24 anos. Esse acordo não foi cumprido.

"Sempre houve diálogo com ela. Dayanna é uma menina que eu amo. Eu a via todo mês. De dois anos pra cá ela sumiu.Não me atende mais, não me liga no Dia dos Pais. Descobri o motivo quando a Justiça levou R$ 44 mil da minha conta além de ter bloqueado os meus direitos autorais. Fiquei sem acreditar. Achei que se tratava de um processo trabalhista. Acionei meu advogado e então ele viu que era um processo da Dayanna contra mim", falou para a publicação.