Lava Jato no Peru pede prisão preventiva da candidata à presidência Keiko Fujimori

·1 minuto de leitura
  • Procurador da Lava Jato do Peru pediu prisão de Keiko Fujimori

  • Em liberdade condicional, ela estaria descumprindo regras ao ter contato com testemunhas

  • Keiko Fujimori foi presa em 2019 e 2020 por receber verbas ilegais da Odebrecht para financiamento de campanha

A força-especial da Java Jato do Peru pediu a prisão preventiva de Keiko Fujimori, candidata à presidência do país. O pedido foi feito na última quarta-feira (9) pelo procurador José Domingo Pérez.

A justificativa do procurador é que Keiko Fujimori não está cumprindo os termos da liberdade condicional, impostas em 2020. Pérez afirmou ao juiz Víctor Zúñiga que a candidata está se comunicando com testemunhas do processo. Ela é acusada de receber financiamentos ilegais em campanha.

Leia também

Na petição, Pérez fala sobre um contato público e notório com Miguel Torres Morales, que é testemunha na investigação. Ele foi citado pela própria Keiko Fujimori na última quarta-feira. No processo também há imagens dos dois juntos durante o evento de ontem, quando a candidata anunciou que pediria a anulação de 200 mil votos, que favoreceriam o concorrente, Pedro Castillo.

Pérez alega que o descumprimento da liberdade condicional é comum por parte de Keiko Fujimori. Segundo informações do jornal La República, o juiz Zúñiga deve marcar uma audiência para avaliar o pedido.

Keiko Fujimori foi presa em 2019 e 2020 no âmbito da operação Lava Jato no Peru, que investiga a atuação da Odebrecht no país. Ela teria recebido verbas ilegais para a campanha eleitoral de 2011, quando concorreu ao cargo de presidente. Ela nega as acusações.

Em eleições apertadas, Fujimori concorre contra Pedro Castillo. Sem experiência política, Castillo aparece com vantagem de poucos votos e se declarou vencedor. Fujimori, filha do ex-ditador peruano, pediu anulação de votos que poderiam dar a vitória ao adversário. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos