Lava Jato prende 4 em investigação de propina a funcionários da Petrobras em 40ª fase, diz PF

(Reuters) - A Polícia Federal prendeu quatro suspeitos e cumpriu mandados de busca e apreensão e condução coercitiva nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais nesta quinta-feira, em uma nova fase da operação Lava Jato, informou a PF em comunicado.

A ação policial tem como alvo principal a investigação de um esquema de repasses ilegais de empreiteiras para funcionários da Petrobras em decorrência da obtenção de contratos com a estatal, acrescentou a polícia.

A nova fase da Lava Jato, a 40ª da operação, é chamada Asfixia, em referência à tentativa de cessar as fraudes e o desvio de recursos públicos em áreas da Petrobras destinadas a produção, distribuição e comercialização de gás combustível, disse a PF.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)