Lázaro foi morto com pelo menos 38 tiros

·2 minuto de leitura
Corpo de Lázaro foi examinado - Foto: Marcello Dantas/Yahoo Notícias
Corpo de Lázaro foi examinado - Foto: Marcello Dantas/Yahoo Notícias
  • Lázaro Barbosa foi alvejado pelo menos 38 vezes pela polícia

  • A informação foi confirmada após uma primeira análise do cadáver

  • O criminoso foi morto nesta segunda-feira, após confronto com a polícia

Lázaro Barbosa foi morto após ser atingido por pelo menos 38 tiros. A informação foi dada nesta segunda-feira à tarde pelo secretário de Saúde de Águas Lindas, Rui Borges, após uma primeira avaliação do corpo do criminoso.

“Quando ele chegou [ao hospital], já estava sem vida. Nós contamos 38 marcas de tiro. É um cálculo aproximado ainda”, explicou.

Leia também:

Borges explicou que geralmente as pessoas mortas em Águas Lindas têm os corpos levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia, mas, dessa vez, por conta da grande comoção sobre o caso, o cadáver foi encaminhado para o IML de Goiânia, onde será submetido a necrópsia.

Segundo informações da corporação, será realizada uma perícia pela Polícia Técnico-Científica, ainda nesta tarde, para coletar material genético de Lázaro. A suspeita é que ele tenha cometido ao menos 30 crimes.

Lázaro foi atingido repetidas vezes por policiais - Foto: Marcello Dantas/Yahoo Notícias
Lázaro foi atingido repetidas vezes por policiais - Foto: Marcello Dantas/Yahoo Notícias

O objetivo, de acordo com a polícia, é identificar outros possíveis crimes cometidos pelo homem, como estupros. As amostras serão analisadas com as das vítimas que estão armazenadas no banco genético da polícia.

Governador do DF: "Dentro dos limites da lei"

Apesar dos 38 disparos realizados contra Lázaro, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), garantiu que os agentes agiram "dentro do limite da lei" na captura do criminoso.

“Certamente as polícias fizeram o seu trabalho dentro dos limites da lei. Se o resultado foi a morte desse perigoso assassino, certamente foi pela situação de confronto criada pelo próprio”, afirmou ao portal Metrópoles.

Os agentes realizavam buscas na região durante a madrugada, depois que câmeras de segurança denunciaram que Lázaro estava perto da casa da ex-sogra. O local foi cercado nas primeiras horas da manhã por policiais, cães farejadores e helicópteros.

Depois de localizado, Lázaro não se rendeu e abriu fogo contra o cerco, de acordo com as autoridades. Ele acabou atingido diversas vezes.

Lázaro é condenado por assassinatos e estupros. Ele estava sendo procurado há 20 dias por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Há também uma acusação de que ele teria executado quatro pessoas de uma mesma família, o que lhe rendeu o apelido de "serial killer do DF".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos