Le Pen ataca Macron em comício: "piromaníaco que se faz passar por bombeiro"

Paris, 27 abr (EFE).- Candidata da extrema direita à presidência da França, Marine Le Pen não poupou críticas nesta quinta-feira a seu adversário no segundo turno do pleito, o social liberal Emmanuel Macron, que aparece em primeiro lugar em todas as pesquisas de opinião e a quem disse querer "desmascarar".

Em um comício em Nice, o primeiro entre os dois turnos das eleições, Marine disse que Macron é um "piromaníaco que se faz passar por bombeiro" e que seu projeto de governo, o qual classificou como "ultraeuropeísta e individualista", é a antítese do seu.

"A vitória final, a que conduzirá o povo ao Palácio do Eliseu (sede da presidência), vamos construir mostrando o quão destrutivo é (o projeto de Macron), contrário aos valores do país", declarou a candidata do partido Frente Nacional (FN), festejada por apoiadores.

Marine Le Pen disse ainda que estas eleições são "um referendo a favor ou contra a França".

"Eu insisto que escolham a França", ressaltou a candidata, que se afastou temporariamente da presidência da FN para focar na campanha.

A filha do ex-candidato à presidência Jean-Marie Le Pen reiterou que seu concorrente trabalhou no mercado financeiro "com todas as boas qualidades" para esse trabalho.

"Tem o caráter, a insensibilidade necessária, a capacidade de tomar decisões com o único objetivo de acumular dinheiro sem se preocupar com as consequências humanas", afirmou.

Já ela própria, conforme disse, fala "a todos os franceses, sem exceções e sem olhar para sua origem, religião ou cor de pele", e pretende "dar oxigênio às famílias que sofreram tanto nestes últimos anos". EFE