Le Pen diz que defenderá França da globalização

PARIS (Reuters) - A líder da extrema-direita francesa Marine Le Pen prometeu, neste domingo, defender a França contra a "desenfreada globalização" depois de passar para o segundo turno da eleição presidencial do país contra o centrista Emmanuel Macron.

"O resultado é histórico. Coloca uma grande responsabilidade em mim, de defender a nação francesa, sua unidade, sua segurança, sua cultura, sua prosperidade e sua independência", disse Le Pen, a eleitores.

"O mais importante em disputa nesta eleição é a desenfreada globalização que coloca em perigo nossa civilização", acrescentou, pedindo que os eleitores franceses sacudam uma "elite arrogante". 

(Por Ingrid Melander, John Irish e Geert De Clercq)