Leandro Lima fala de começo com top: 'Mesmo acompanhado, investi'

No ar em "Pantanal" como o peão Levi, o paraibano Leandro Lima viu seu filho nascer no carro enquanto levava a mulher, a top Flávia Lucini, para o hospital, nesse domingo. Segundo o ator, que é pai de Giulia, de 21 anos, essa foi a primeira aventura do pequeno Toni.

"Tenho uma filha de 20 anos, mas o mundo mudou muito. Estou lendo bastante sobre paternidade, educação. Não irei repetir os ensinamentos machistas que tive em casa. Tudo será diferente", conta Lima, que também é um modelo de sucesso, com trabalhos para as Versace, Dolce & Gabbana, Giorgio Armani, Salvatore Ferragamo e Bottega Veneta; todas presentes na semana de moda de Milão.

Foi em Milão, aliás, que o paraibano conheceu a mulher. "Estava numa festinha com uma ficante e vi a Flávia. Achei a coisa mais linda do mundo. Sempre gostei de tirar fotos e, como estava com a câmera, comecei a fotografá-la. Ela era braba e falou para eu parar, que fazia isso por dinheiro. Beleza sempre me atraiu", relembra.

E ele continua: "Mesmo acompanhado, investi. Pedi o telefone e ela ficou ainda mais nervosa, contou para minha ficante. Ficamos sem nos falar por um tempo, mas as coisas foram se desenrolando. Resumo da ópera, estamos há uma década juntos. E hoje ela está menos braba".

Além de modelo e ator, Leandro ainda é o vocalista da banda de axé La Ursa, muito festejada no Nordeste. “Comecei esse projeto aos 17, seis anos antes de me jogar na moda, e tocamos com Ivete Sangalo e Chiclete com Banana. Mas acabei deixando a música de lado para focar na indústria da moda. Hoje, fazemos uma apresentação anual.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos