Leco emplaca oito conselheiros vitalícios; oposição do SP fica com duas vagas

Júlio Casares foi o mais votado pela 4ª vez em uma eleição interna no São Paulo (Rubens Chiri/SPFC)

Liderança do Brasileirão, segunda melhor média de público, paz política… e mais uma vitória no Conselho Deliberativo. Assim foi a quinta-feira para Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do São Paulo, depois da eleição para dez novos conselheiros vitalícios. Oito dos escolhidos são da situação, contra apenas dois da oposição.

Ex-diretor de marketing do Tricolor, Júlio Casares acabou como o vencedor da noite, com 62 votos. Ele já havia sido o mais votado em outras três eleições no São Paulo – duas para o Conselho Deliberativo e uma para o Comitê de Administração.

Os outros sete membros da situação que agora integram o hall de vitalícios são: Olten Ayres de Abreu Junior, José Barata Pereira, Antônio de Pádua Carvalho, Adalberto Garcia Pena, José Aparecido de Souza, MIguel Augusto de Souza e Renato Ópice Blum. Os representantes da oposição são Sergio Barbour e Kalef João Francisco Neto.

A eleição teve, como de costume, algumas polêmicas. Oitavo mais votado, José Aparecido é acusado por muita gente no Morumbi de ser torcedor do Corinthians. Já Antonio Marcos Godoi Marinheiro, que acabou não sendo eleito, viveu situação ainda mais chata. Um dos conselheiros, Milton Neves, chegou a falar na tribuna que Marinheiro é santista. Ele nem respondeu.

Mas as saias justas não terminam por aí: Daurio Speranzini Junior, eleito como suplente, foi uma das 20 pessoas presas em julho na Operação Ressonância, da Polícia Federal, que investiga um esquema de fraude em licitações para o fornecimento de equipamentos médicos e hospitalares no Estado do Rio de Janeiro. Speranzini é CEO e presidente da GE para a América Latina.

OS DEZ NOVOS VITALÍCIOS:
1º Júlio Casares – 62 votos
2º Sergio Barbour – 52
Olten Ayres de Abreu Jr – 52
4º José Barata Pereira (Chaplin) – 47
Antônio de Pádua Carvalho – 47
6º Kalef João Francisco Neto – 44
7º Adalberto Garcia Pena – 45
8º José Aparecido de Souza (Cido) – 43
9º Miguel Augusto de Souza – 39
Renato Ópice Blum – 39