Leite vota em Pelotas e exalta voto independente à eleição presidencial

ARQUIVO*** SÃO PAULO/SP, BRASIL, 19.11.2021: Eduardo Leite. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
ARQUIVO*** SÃO PAULO/SP, BRASIL, 19.11.2021: Eduardo Leite. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

PELOTAS, RS (FOLHAPRESS) - Candidato à reeleição ao Governo do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) votou no Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, em Pelotas, por volta das 9h30.

Um hora depois, Leite embarcaria em um voo para Porto Alegre, de onde dará as últimas entrevistas e acompanhará a apuração dos votos. Leite quebra a tradição desde os tempos de prefeito de acompanhar a apuração com a família no sul do estado.

Pouco antes do voto, em entrevista à Rádio Gaúcha, Leite mencionou como momento mais complicado da campanba a "pressão da eleição nacional" no primeiro turno. A votação de 3 de outubro acabou com o PL de Onyx Lorenzoni na liderança e o PT de Edegar Pretto a menos de um ponto percentual de Leite.

Conforme o tucano, foi decisão particular sua não abrir voto a presidente. Neste domingo Leite disse que "cada eleitor está votando primeiro para o estado" e que "não é voto casado".

A coletiva de imprensa de Leite para comentar o resultado ocorre no comitê central da campanha, na zona norte de Porto Alegre, às 20h.