Lenda do futebol alemão e primeiro artilheiro da Bundesliga, Uwe Seeler morre aos 85 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uwe Seeler, uma das principais figuras do futebol alemão após a Segunda Guerra Mundial, morreu aos 85 anos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pela cidade de Hamburgo, onde ele passou a maior parte de sua carreira atuando pelo time local — no qual jogou por 17 anos.

Artigo: A crise do apito não tem a ver com árbitros, mas com poder

Ex-Vasco: Maxi López adquire clube da segunda divisão da Inglaterra

“O Hamburgo lamenta [a perda de] Uwe Seeler, ele foi o primeiro artilheiro da Bundesliga [...]. Ele morreu cercado por seus entes próximos”, disse o governo local da cidade em sua conta no Twitter.

A Seleção Alemã de Futebol Feminino decidiu nesta quinta-feira jogar as quartas de final da Eurocopa contra a Áustria usando braçadeiras pretas, em forma de homenagem a Seeler.

Seeler marcou a história do principal clube de sua cidade natal, o Hamburgo, onde jogou de 1956 a 1972. Ele também vestiu as cores da seleção da Alemanha Ocidental entre 1954 e 1970, onde alcançou uma marca histórica, sendo um dos atletas a marcar gols em quatro mundiais (1958, 1962, 1966 e 1970) — ao lado de Pelé, Klose e Cristiano Ronaldo.

Ele jogou 72 jogos pela seleção alemã, marcando 33 gols, mas encerrou a carreira sem ser campeão do mundo.

Veja lista: pesquisa inédita O GLOBO/Ipec aponta as 26 maiores torcidas do Brasil

Seeler foi eleito três vezes o Futebolista do Ano da Alemanha Ocidental, em 1960, 1964 e 1970 (ano em que também foi premiado com a Cruz Federal de Mérito da Alemanha Ocidental), segundo a DW. Apesar de nunca ter conquistado um título com os alemães, em 1972 ele se tornou apenas o segundo homem a ser nomeado capitão honorário da seleção nacional.

Ele foi um dos nomes fundamentais do Hamburgo na conquista do campeonato alemão em 1960, três anos antes da formação da Bundesliga, e no título da Copa da Alemanha em 1963.

Contudo, Seeler era conhecido e respeitado por seu senso de fair play, tendo sido expulso apenas uma vez em toda a sua carreira. Sua rejeição de uma oferta feita pela Inter de Milão em 1961, permanecendo no Hamburgo, também o tornou querido pelos torcedores do time.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos