Autoridades colombianas confirmam 303 mortos em deslizamento em Mocoa

Bogotá, 6 abr (EFE).- O número de mortos no deslizamento no último sábado na cidade colombiana de Mocoa (sul) subiu nesta quinta-feira para 303, informou o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Legistas.

Entre as vítimas há 184 mulheres, 117 homens e em dois dos casos não foi possível estabelecer o sexo dos corpos.

O Instituto indicou que já foram identificados 183 dos mortos, dos quais 14 foram reconhecidos por familiares e 169 pelas impressões digitais.

O desastre natural no sul da Colômbia foi ocasionado pelo transbordamento dos rios Mocoa, Sangoyaco e Mulatos, que passam pela cidade e que arrasaram vários bairros em consequência da forte chuva que caiu na noite da última sexta-feira.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, admitiu que o deslizamento também deixou um grande número de desaparecidos.

Segundo Santos, até ontem 467 pessoas tinham reportado parentes como desaparecidos.

Desse número, acrescentou o presidente, 119 foram localizados com vida e 34 falecidos. EFE