Leonardo sobre Cavani: ‘Queria que ficasse, mas ele pediu para sair’

Leonardo explicou situação de Cavani no PSG (Foto: AFP)


Após a vitória pela Copa da França, o assunto no Paris Saint-Germain foi a saída de Cavani. Tanto o técnico Thomas Tuchel, quanto o diretor esportivo Leonardo deram declarações sobre o futuro do uruguaio. Segundo o brasileiro, o atacante pediu para sair do time e os dirigentes estão estudando as possibilidades. Já o alemão se irritou ao ser perguntado sobre o maior artilheiro da história do PSG. Destino pode ser o Atlético de Madrid.

O ex-lateral da Seleção Brasileira diz que clube recebeu proposta dos espanhóis, mas que as negociações esfriaram.

- Esperávamos que ele ficasse no clube, mas ele pediu para sair. Estamos estudando a situação. Tivemos uma proposta do Atlético de Madrid, mas não tínhamos uma proposta digna no valor do jogador. Estamos um pouco mais distantes em relação ao Atlético, pois não tivemos novos contatos. Hoje não há nada.

O técnico do time de Paris não gostou de ser perguntado sobre o uruguaio na coletiva de imprensa e disse que não sabia de nada.

- Eu não sei o que pode acontecer amanhã. Já disse várias vezes que quero contar com ele. Se quisermos alcançar nossos objetivos, é melhor com Cavani. No futebol você nunca pode ter certeza de nada. Tudo pode acontecer.

Edinson Cavani está insatisfeito com a reserva do PSG desde a chegada de Icardi e gostaria de negociar sua saída para um novo clube. O uruguaio é o maior artilheiro do time francês com 198 gols na história e seu contrato se encerra ao final desta temporada. Os franceses querem uma compensação financeira para liberar o atleta ainda nesta janela de transferências de janeiro.