Lesões de Danilo e Neymar mexem com clima de treino da seleção no Catar

Rostos mais sérios, menos gargalhadas. O clima no treino da seleção brasileira depois da confirmação das lesões de Neymar e Danilo mudou. Os jogadores e membros da comissão técnica exibiram semblantes mais preocupados, olhares mais perdidos, em atividade voltada para os reservas no estádio Grand Hamad.

O técnico Tite, que garantiu a presença de Neymar na copa do Mundo, também conversou bastante com os seus auxiliares, e em muitos momentos demonstrou estar impactado pela situação médica dos jogadores.

Os titulares fizeram um trabalho mais leve, enquanto os reservas realizaram trabalho de força e depois foram a campo para trabalho com bola. Antes da atividade, ainda houve o tradicional pagode no vestiário, para tentar deixar o clima mais ameno. A presença maciça de familiares dos jogadores também ajudou a manter a leveza. Após a atividade, curta, os atletas foram até os convidados para confraternizar, e alguns levaram os filhos para o campo.

Alisson e Paquetá ficaram no hotel em trabalho individualizado, assim como Neymar e Danilo, que permaneceram na fisioterapia. Antony, com um mal-estar, sequer treinou, mas não preocupa.