Letícia Sabatella lembra parto prematuro na época da morte de Daniella Perez e se revolta com assassino: ‘Cara de pau’

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A postagem da autora de novelas Gloria Perez lembrando os 29 anos do assassinato de sua filha, Daniella Perez, neste 28 de dezembro gerou comoção na internet, principalmente junto à classe artística. Entre os famosos que se manifestaram em apoio à escritora, o comentário de Letícia Sabatella chama atenção. A atriz contou que Guilherme de Pádua, condenado junto com sua então mulher, Paula Thomaz, pela morte da colega de elenco na novela “De corpo e alma” (1992) se manifestou em sua rede social.

“O assassino veio fazer um comentário no meu Instagram! Cara de pau. Não deixamos barato, nem eu e nem meus seguidores”, contou a intérprete da Imperatriz Teresa Cristina, da novela “Nos tempos do Imperador”, da Globo.

Em meados de novembro, assim que veio à tona a notícia de que a HBO Max está preparando uma série sobre o assassinato de Daniella Perez, Guilherme de Pádua deletou o perfil que tinha no Instagram com 40 mil seguidores e criou um privado. Atualmente, ele atua como pastor de uma igreja evangélica em Belo Horizonte, Minas Gerais. Em 1997, o ex-ator foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão pelo assassinato de Daniella, a tesouradas. Mas foi colocado em liberdade condicional em 1999, depois de cumprir seis anos, nove meses e 20 dias da sentença, um terço do total da pena (ele já estava preso desde 1993).

Letícia ainda lembrou que na época do assassinato ela estava grávida de sua única filha, Clara, do relacionamento com o também ator Ângelo Antônio. Uma semana depois, no dia 4 de janeiro de 1993, ela deu à luz a menina, prematuramente:

“Sinto demais esta lembrança. Dia 28 de dezembro. A notícia que eu tentei nem escutar, estava grávida. As imagens que não saíam dos meus pensamentos. A tristeza. E eu quase perdi minha filha também. Nasceu de 5 meses”.

Na ocasião, Letícia diz que encontrou no hospital o ator Raul Gazolla, então marido da vítima:

“Cheguei a encontrar Gazola no hospital , onde Clara e eu ficamos internadas. As enfermeiras disseram que ele estava na emergência e fui dar um abraço nele, pela Dani”.

A atriz finalizou o comentário prestando condolências a Gloria Perez:

“Sinto muito, mestra! Sua força é admirável! Todo o Amor”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos