Letônia é atingida por piores inundações em décadas

As autoridades da Letônia pediram neste domingo (15) aos residentes de algumas áreas centrais que deixem suas casas, diante da ameaça das piores inundações em décadas no país.

"Será impossível tirá-los dali quando a lama gelada invadir suas casas", disse o prefeito da cidade de Jekabpils, Raivis Ragainis, em uma estação de rádio.

Jekabpils, ao lado de Plavinas, são as áreas próximas mais expostas às águas do rio Daugava, que até agora se encontram represadas por um bloco de gelo vindo de Belarus.

"Pedaços de gelo e correntes de água gelada rapidamente tomaram conta de nossa cidade", disse Maris Kodols, morador de Jekabpils, à AFP, acrescentando que "são as piores inundações desde 1981".

Uma nova barragem foi construída no local há 10 anos, mas esta começou a ceder no sábado diante da pressão do gelo. Para conter o desmoronamento, escavadeiras estão colocando sacos de areia para reforçar o local.

"Não há garantias de que resista a estas circunstâncias extremas", acrescentou.

O primeiro-ministro, Krisjanis Karins, e o presidente, Egils Levits, convocaram uma reunião de emergência na capital Riga.

il-amj/jmm/eg/mb/yr/ic