"Levamos dignidade ao morador”, afirma CEO do Favela Brasil XPress

Fazer uma compra pela internet e receber na porta de casa pode parecer algo corriqueiro para a maioria das pessoas. Mas, para os 17 milhões de brasileiros que vivem em favelas, isso não é possível. Diante deste problema, um morador de Paraisópolis, de apenas 21 anos, fundou uma empresa de logística que realiza a etapa final de entrega de mercadorias, possibilitando que os moradores de comunidade recebam suas compras na porta de casa: com pouco mais de um ano de atuação, o Favela Brasil Xpress entrega, diariamente, cerca de 2.500 encomendas em sete comunidades, e a ambição do CEO Giva Pereira é, através do serviço, levar dignidade e emprego a todas as comunidade do Brasil.

Sensibilidade às questões sociais

Antes de empreender em um negócio que já está transformando a vida de moradores de cinco favelas de São Paulo e duas do Rio de Janeiro, Giva Pereira percorreu uma trajetória que o sensibilizou para os temas sociais. Natural da Paraíba, Giva chegou à capital paulista com a família aos 12 anos de idade em busca de melhores oportunidades.

Depois de anos vivendo em área de vulnerabilidade social, o jovem, que estudou em escola pública no Ensino Fundamental e, como bolsistas, em se debruçou sobre projetos de impacto social ao criar o “Sensor de Enchente” e o “Transformando Lixo em Arte” ainda durante a vida escolar, em programas de incentivo ao empreendedorismo da escola particular judaica onde cursou o Ensino Médio como bolsista.

Naturalmente, o jovem paraibano se envolveu com iniciativas de impacto localizadas na Paraisópolis, como o G10 Favelas, bloco de líderes empreendedores do qual Giva é coordenador e representante. Foi dentro do bloco que ele encontrou apoio (inclusive financeiro, via G10 Bank) para tirar o Favela Brasil Xpress do papel e solucionar um problema antigo das comunidades: a entrega em domicílio de produtos comprados pela internet (comportamento de consumo que se intensificou no período da pandemia).

Desenvolvimento econômico para as comunidades

“No início, nós enfrentamos algumas dificuldades. Nós tentamos captar investimentos através de alguns bancos, só que eu não consegui pegar empréstimo pelo fato de eu não ter o score alto por conta da minha idade”, afirma Giva Pereira.

O investimento inicial feito pelo G10 Bank para alavancar o Favela Brasil Xpress, fundado em setembro de 2020, foi de apenas R$ 15 mil. Hoje, o negócio que já soma R$ 800 mil em aportes, tem um faturamento de R$ 4 milhões e gera renda para 104 pessoas entre funcionários registrados, que trabalham nos centros logísticos da empresa, e os colaboradores que fazem as entregas nas comunidades.

“Hoje eu defino o Favela Brasil Xpress como uma empresa de impacto que, além de levar o pacote para a porta do morador, também está levando a oportunidade e a dignidade. Porque o morador vai poder receber essa encomenda na porta de casa e,assim, vai se sentir de fato pertencente à sociedade. Além disso, também geramos impacto trazendo trabalho, renda e desenvolvimento econômico e social para a comunidade”, explica o executivo.

Jovem liderança de impacto

Giva Pereira é coordenador de projetos, empreendedor social e CEO da Startup Favela Brasil Xpress, empresa de logística atuando de forma ativa com entregas de e-commerce nas favelas brasileiras. O jovem empresário trabalhou ativamente com ações humanitárias e de combate à crise sanitária da COVID-19 por meio da iniciativa dos Presidentes de Rua, estratégia organizada pelo bloco de líderes e empreendedores de impacto social nas favelas brasileiras, G10 Favelas.

Pelo mesmo trabalho desenvolvido, na sua cidade, Imaculada na Paraíba, recebeu o certificado em mãos do prefeito da sua terra natal, como forma de gratidão e esperança por meio das benfeitorias realizadas para seus conterrâneos.

Recebeu pela instituição de ensino particular Alef Peretz o prêmio em 1º lugar, por meio do projeto “Sensor de Enchente” e “Transformando Lixo em Arte” entre as 30 propostas apresentadas. Primeiro da sua família a cursar o Ensino Superior, Giva é formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Centro Universitário Ítalo Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos