Lewis Hamilton conquista na Rússia sua vitória de número 100 na F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
O piloto Lewis Hamilton, da Mercedes, comemora a vitória no GP da Rússia de F1 (AFP/Alexander NEMENOV)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, chegou à vitória de número 100 na Fórmula 1, neste domingo, no Grande Prêmio da Rússia.

Além de ampliar seu recorde na F1, com este resultado no circuito de Sochi, Hamilton assumiu a liderança do Campeonato Mundial de Pilotos, passando o holandês Max Verstappen (Red Bull), que chegou em segundo, enquanto o terceiro lugar foi para o espanhol Carlos Sainz Jr (Ferrari).

Já o também britânico Lando Norris (McLaren), que largou na pole position e liderou boa parte da prova, acabou em sétimo.

Completaram as dez primeiras posições o australiano Daniel Ricciardo (4º, McLaren), o finlandês Valteri Bottas (5º, Mercedes), o espanhol Fernando Alonso (6º, Alpine), o finlandês Kimi Raikkonen (8º, Alfa Romeo), o mexicano Sergio Perez (9º, Red Bull) e o britânico George Russel (10º, Williams).

- Chuva define resultado da prova -

O grande prêmio russo foi marcado pela chuva, que não era esperada durante a prova, segundo a previsão do serviço meteorológico, e que acabou definindo o resultado.

Norris liderava a prova quando começou a chover e decidiu contrariar a ordem da McLaren para ir para os boxes para colocar pneus intermediários em seu carro.

Hamilton, que largou em quarto e chegou a cair para sétimo, fazia uma corrida de recuperação e já estava em segundo quando optou por mudar os pneus na volta 27, decisão também adotada por Verstappen, que largou na última posição no grid como punição por fazer alterações no motor do carro.

Ao perceber que havia tomado a decisão errada, já que seu carro passou a derrapar na pista e quase bater no muro de proteção, Norris foi para os boxes fazer a troca para seguir na corrida, mas não conseguiu se aproximar do pelotão de frente ao retornar.

Hamilton assumiu a liderança e segurou a posição até a bandeirada final, ampliando assim o recorde vitórias na F1 em sua corrida de número 281. Com o resultado, o piloto britânico passou a liderar o campeonato, com dois pontos de vantagem sobre o segundo colocado na tabela, Verstappen.

"Alcançar cem vitórias demorou 'muuuuito'. Eu nem tinha certeza se isso aconteceria", afirmou Hamilton ao fim do GP.

“Não foi fácil. Perdi muito terreno na largada tentando evitar problemas. Não teria sido fácil ultrapassar o Lando, que estava com um ritmo muito bom. A chuva veio na hora certa (...) E no final, a equipe fez a boa escolha estratégica ”, explicou o heptacampeão mundial.

A próxima corrida da F1, a 16ª etapa da temporada, será o GP da Turquia, no circuito de Istambul em 10 de outubro.

-- Classificação final do Grande Prêmio da Rússia, 15ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1, disputado no circuito de Sochi (5,848 km):

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) os 309,745 km em 1 h 30:41.001 (média: 204,940 km/h)

2. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 53.271

3. Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) a 1:02.475

4. Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) a 1:05.607

5. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 1:07.533

6. Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) a 1:21.321

7. Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) a 1:27.224

8. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1:28.955

9. Sergio Pérez (MEX/Red Bull-Honda) a 1:30.076

10. George Russell (GBR/Williams-Mercedes) a 1:40.551

11. Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) a 1:46.198

12. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes) a 1 volta

13. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) a 1 volta

14. Esteban Ocon (FRA/Alpine-Renault) a 1 volta

15. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 1 volta

16. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

17. Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri-Honda) a 1 volta

18. Nikita Mazepin (RUS/Haas-Ferrari) a 2 voltas

19. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 6 voltas

Volta mais rápida: Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) 1:37.423 na 39ª volta (média: 216,096 km/h)

Abandonos:

Mick Schumacher (ALE/Haas-Ferrari): problema mecânico 33ª volta

Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes): problema mecânico 48ª volta

- Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 246,5 pts

2. Max Verstappen (HOL) 244,5

3. Valtteri Bottas (FIN) 151

4. Lando Norris (GBR) 139

5. Sergio Pérez (MEX) 120

6. Carlos Sainz Jr (ESP) 112,5

7. Charles Leclerc (MON) 104

8. Daniel Ricciardo (AUS) 95

9. Pierre Gasly (FRA) 66

10. Fernando Alonso (ESP) 58

11. Esteban Ocon (FRA) 45

12. Sebastian Vettel (ALE) 35

13. Lance Stroll (CAN) 24

14. Yuki Tsunoda (JAP) 18

15. George Russell (GBR) 16

16. Nicholas Latifi (CAN) 7

17. Kimi Räikkönen (FIN) 6

18. Antonio Giovinazzi (ITA) 1

19. Mick Schumacher (ALE) 0

20. Robert Kubica (POL) 0

21. Nikita Mazepin (RUS) 0

Classificação do Mundial de Construtores:

1. Mercedes 397,5 pts

2. Red Bull-Honda 364,5

3. McLaren-Mercedes 234

4. Ferrari 216,5

5. Alpine-Renault 103

6. AlphaTauri-Honda 84

7. Aston Martin-Mercedes 59

8. Williams-Mercedes 23

9. Alfa Romeo Racing-Ferrari 7

10. Haas-Ferrari 0

pel/psr/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos