Li Martins relembra como Aline Wirley era nas brigas do Rouge e fala da amiga no 'BBB 23'

Em meio aos ensaios do espetáculo "Uma saudação às divas" é que Li Martins ficou sabendo que a amiga Aline Wirley se tornou uma participante do "Big Brother Brasil 23". E não esconde a felicidade, justamente por saber do perfil que a ex-parceira do Rouge tem e que pode agregar para a competição.

— Estou muito feliz por ela! Aline é muito guerreira e merece demais. Sobre como ela vai se comportar dentro da casa ainda não dá para prever, até porque depende muito do elenco, fatores surpresa, além de sorte e estratégia. O que sei é que ela é uma pessoa muito alto astral, animada, que sabe se posicionar de maneira clara, firme e gentil. Mas não leva desaforo para casa — diz Li.

As duas se conhecem desde que venceram juntas o reality show "Popstars" e passaram a integrar o grupo pop Rouge. Rodaram o país, emplacaram hits em rádios, mas viram a parceria ao lado das outras três meninas se desfazer. Houve falta de investimento de empresário, é verdade. Mas não só. Richas entre algumas delas também se tornaram públicas. Aline nunca foi vista em meio a essas polêmicas. Como ela se comportava nos bastidores.

— O Rouge sofreu com polêmicas sensacionalistas plantadas na época, que foram até exageradas, no meu ponto de vista. Até parece que a gente se odiava e brigava o dia inteiro. Haviam divergências, sim, vez ou outra, nada demais, como em qualquer banda ou grupo de amigos, ou familiares. Porém, sempre fomos todas comprometidas com nosso público e profissionais para nos resolvermos e entregar um bom trabalho no palco. A Aline nunca foi alheia às discussões, mas talvez fosse a mais diplomática, paciente, resiliente... Sempre se posicionou, tem opinião forte — relembra.

Recentemente, em dezembro do ano passado, elas voltaram a trabalhar juntas em um show especial do Rouge para comemorar 20 anos. Havia a expectativa de uma apresentação em São Paulo em janeiro, mas Aline já tinha dito que não poderia por conta de uma "viagem".

Hoje, ela entende a situação. Enquanto isso, Lí segue firme com seus projetos no teatro. O musical "Uma saudação às divas" faz nova apresentação neste sábado, dia 14, no teatro Eva Wilva em São Paulo. A ex-Rouge cantará sucessos de Celine Dion e Mariah Carey e dividirá o palco com a campeã do "The voice 5" Mylena Jardim, que tem no repertório músicas de Whitney Houston.

— A música preferida com certeza é "My heart will go on" (da Celine Dion). É o auge. Com o coração do oceano pendurado no pescoço eu me sinto no palco do Oscar como se concorresse a Melhor trilha sonora — diverte-se a artista, que no espetáculo usa réplicas de figurinos emblemáticos das divas que canta.