Libertadores: Com dois jogos remarcados para novembro, Flamengo tem calendário mais cheio e com mais viagens que o Palmeiras até a decisão

·4 min de leitura

A eliminação nas semifinais da Copa do Brasil nesta quarta-feira deixou o Flamengo apenas com o Brasileirão a disputar até a grande decisão da Libertadores, contra o Palmeiras, em Montevidéu (Uruguai). A partida está marcada para o próximo dia 27, mas a vida do rubro-negro não será fácil até lá. Uma maratona de nove jogos aguarda a equipe de Renato Gáucho, que ainda segue com chances de brigar pelo título brasileiro contra o líder Atlético Mineiro.

O Palmeiras, que também segue com chances, embora mais remotas, de brigar pelo troféu, fará dois jogos a menos que o Fla no período. A equipe de Abel Ferreira não tem jogos atrasados a realizar, o que contribui para um calendário mais tranquilo e espaçado.

As próximas rodada serã definitivas para as estratégias das duas equipes: seguir brigando pelo título ou poupar pela decisão? Nessa complicada equação, as convocações para as eliminatórias sul-americanas podem complicar ainda mais o cenário.

Calendários

O Flamengo terá nove compromissos pelo Brasileirão até a decisão. Destes, cinco são partidas fora de casa, incluindo um duelo contra o Sport, em Recife, pela 35ª rodada, previsto para o dia 24, três dias antes da final. A partida contra os pernambucanos será a segunda seguida fora de casa na competição, após duelo contra o Internacional, no dia 20.

Pesam contra o rubro-negro duas partidas adiadas. Os duelos contra Athletico, pela 4ª rodada, e Atlético Goianiense, pela 19ª, foram remarcados para novembro. Com isso, o Flamengo fará três partidas em seis dias. Na época que as remarcações foram anunciadas, o vice-presidente jurídico do clube, Rodrigo Dunshee, protestou:

— Não é permitido jogar em menos de 66 horas entre a hora do último jogo e o começo do próximo. Não há permissão judicial para isso e se trata de uma condição de trabalho sub-humana, expondo os atletas a riscos acima do razoável. Quatro jogos em 8 dias é inviável — postou em seu perfil no Twitter. Confira o calendário do Flamengo:

30/10 - Atlético Mineiro (casa)

2/11 - Athletico (fora)

5/11 - Atlético-GO (casa)

8/11 - Chapecoense (fora)

11/11 - Bahia (casa)

14/11 - São Paulo (fora)

17/11 - Corinthians (casa)

20/11 - Internacional (fora)

24/11 - Sport (fora)

No caso do Palmeiras, a situação é um pouco mais tranquila. "Em dia" com as 28 partidas do Brasileirão, o alviverde terá um calendário com sete partidas nas próximas semanas, sendo quatro delas fora de casa. Os intervalos mais curtos entre partidas da equipe de Abel Ferreira será entre o clássico contra o São Paulo, no dia 17, e o duelo contra o Fortaleza, fora de casa, no dia 20. O mesmo período de três dias ocorrerá entre a volta da capital cearense e o duelo contra o Atlético Mineiro, no Allianz, previsto para o dia 24, também três dias antes da final da Libertadores.

Assim como o Fla, o Plameiras terá dois duelos fora de seus domínios seguidos, contra Grêmio e Santos, já nas próximas duas rodadas. Entretanto, a viagem até Santos, para o clássico da 30ª rodada, é curta e menos desgastante em relação a viagens para fora do estado. Confira o calendário do Palmeiras:

31/10 - Grêmio (fora)

7/11 - Santos (fora)

10/11 - Atlético-GO (casa)

14/11 - Fluminense (fora)

17/11 - São Paulo (casa)

20/11 - Fortaleza (fora)

24/11 - Atlético Mineiro (casa)

Convocações para seleções

Nesta sexta-feira, o técnico Tite convoca a seleção brasileira para as partidas contra Colômbia e Argentina, nos próximos dias 11 e 16, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo. A tendência é que, desta vez, o técnico deixe de fora os atletas do Brasileirão, que segue sem paralisação durante as datas Fifa. Portanto, o goleiro Weverton do Palmeiras, o meia Éverton Ribeiro e o atacante Gabigol, do Flamengo, habitualmente presentes na lista do treinador, podem ganhar esse tempo com seus clubes.

Por outro lado, nada garante que as demais seleções sul-americanas seguirão com essa postura. O Flamengo tem como principais selecionáveis estrangeiros Isla (Chile) e Arrascaeta (Uruguai), atualmente lesionado, mas já incluído na pré-lista da próxima convocação uruguaia. No Palmeiras, Gustavo Gómez (Paraguai) e Piquerez (Uruguai), também incluído na pré-lista, podem virar desfalques.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos