Libra e LFF se reúnem em São Paulo e têm conversa considerada promissora para organizar Séries A e B do Brasileiro

Em primeira reunião entre os blocos, LFF (Liga Forte do Futebol do Brasil) e Libra (Liga do Futebol Brasileiro) deram o primeiro passo por uma liga, nesta segunda-feira, em um restaurante em São Paulo. Não houve negociação no encontro, mas as conversas seguiram rumo a um consenso de acordo com as partes envolvidos.

A Liga Forte foi representada por Fluminense, Internacional, Fortaleza, América-MG e a ANCF e levou propostas e projeções para o outro bloco, que irá analisar e possivelmente marcar um novo encontro com o staff técnico de ambos os lados.

Um dos pontos que foi melhor compreendido por ambas as partes e no qual praticamente se chegou a um denominador comum foi estabelecer que o primeiro colocado na divisão de receitas não receba mais do que 3.5 vezes o que receberá o último da fila.

— Esse é um ponto chave e houve sim um encaminhamento, mas sem dúvida esse ponto foi discutido, houve um consenso, mas para validar com o restante do grupo — disse Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, que integra a LFF.

A Libra hoje é formada por: Grêmio, Botafogo, Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Red Bull Bragantino, Guarani, Ponte Preta, Novorizontino e Ituano. Os membros da LFF são: América-MG, Atlético-MG. Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Brusque, Ceará, Chapecoense, Coritiba, CRB, Criciúma, CSA, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário, Sampaio Côrrea, Sport, Tombense e Vila Nova.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos