Light avalia realizar oferta pública primária de ações

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Light considera a possibilidade de realizar uma oferta pública primária de ações no Brasil, com esforços restritos de distribuição, e no exterior, para investidores nos Estados Unidos.

Segundo a Light, a oferta "poderá ter ainda uma parcela secundária com a eventual participação de acionistas da companhia".

A companhia ressaltou, no entanto, que a operação "está sujeita às condições do mercado de capitais brasileiro e internacional, às aprovações regulatórias aplicáveis e às aprovações societárias da companhia e de acionistas vendedores".

A Light é controlada pela mineira Cemig, que tem passado por uma reestruturação com o objetivo de reduzir dívidas. A Reuters publicou na semana passada que a Cemig pretende reduzir sua fatia na Light com a venda de ações da companhia no mercado.

(Por Luciano Costa)