Lilia Cabral conta que guarda no cofre joia que ganhou de Paulo Gustavo: "Muito carinho"

·2 minuto de leitura
A atriz Lilia Cabral. Foto: reprodução/Instagram/lilia_cabral
A atriz Lilia Cabral. Foto: reprodução/Instagram/lilia_cabral

Resumo da notícia

  • Lilia Cabral diz que guarda no cofre joia que ganhou de Paulo Gustavo

  • Atores trabalharam juntos no filme e na série "Divã", que está sendo reprisada no canal Viva

  • Em entrevista, ela lembrou admiração e parceria com o humorista

Saudade é o sentimento de Lilia Cabral em relação à série "Divã", de volta à TV dez anos depois, com a reprise no canal Viva. Não só pelo trabalho em si, mas pela ausência dos amigos Domingos Montagner e Paulo Gustavo. Do humorista, que morreu em maio deste ano por complicações da Covid-19, ela guarda uma recordação especial: uma joia, agora protegida em um cofre.

"Antes de acabar 'Divã', Paulo me deu um anel que eu sempre guardei com muito carinho e agora está até no cofre, para não perder de jeito nenhum", afirmou a atriz, em entrevista à revista "Marie Claire".

Leia também:

Lilia contou que teve vontade de rever um capítulo do trabalho assim que Domingos faleceu, em 2016, mas não teve coragem. "E agora, Paulo! Quando assisti à 'Minha Mãe É uma Peça', no teatro Candido Mendes [no Rio de Janeiro], eu automaticamente já sabia que ele devia ser o cabeleireiro no filme. 'Divã' sem Paulo não seria a mesma coisa, o 'Repica, Renê' não seria o mesmo", analisou ela, acrescentando que ele foi "a alma do filme e seriado". 

A atriz é só elogios para o colega, que viu se tornar um fenômeno dos palcos e das telas em pouco tempo. "Eu acho que ele sempre soube o quanto era genial. Paulo queria que tudo fosse grande porque sabia que tinha a capacidade de ser esse ator e comediante que ilumina tudo. Uma vez ele me convidou para fazer uma peça e disse que poderíamos começar em um teatro com 10 mil assentos, sendo que eu estava acostumada com 400 (risos). Ele sabia que poderia lotar o Maracanã se quisesse", contou.

Por enquanto, Lilia diz sentir tristeza cada vez que lembra do amigo. "Agora, tenho consciência que ele se foi. Esta é a grande dor, na minha opinião. No momento que tudo acontece, reagimos com surpresa, mas com o tempo, é uma dor que eu não sei bem dizer... Acho que é o caminho da saudade, algo com que temos que lidar", concluiu.

Na ocasião da morte do humorista, a atriz publicou um registro dos bastidores do filme e escreveu um longo texto de despedida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos