Lira critica taxa de juros e pede revisão

·1 minuto de leitura
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), cobrou nessa quinta-feira uma adequação da taxa de juros no país e criticou o fato de o Brasil ter hoje um dos menores juros do mundo e uma das maiores dívidas.

Em um debate organizado pelo site Consultor Jurídico, Lira afirmou que com o atual nível de endividamento, a taxa de juros no país precisa ser revista para que haja um equilíbrio maior do câmbio.

"É incompreensível termos a maior dívida pública do mundo e a menor taxa de juros", disse.

Na noite de quarta, o Banco Central fez a primeira elevação na taxa de juros no país em quase seis anos, para 2,75%, entre receios com uma inflação persistente e que se mantém acima da meta.

A decisão levou o mercado de dólar no país a abrir em baixa, operando abaixo de 5,50 reais. Às 11h06 a moeda americana era negociada a 5,55, com queda de 0,54%.