Lista de Janot tem mais um ministro de Temer e ao menos 10 governadores

Foto: Charles Sholl/Futura Press

(Reuters) - O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, está entre os nomes incluídos nos pedidos de abertura de inquérito entregues pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra políticos, assim como ao menos 10 governadores, de acordo com a TV Globo e o jornal Folha de S.Paulo.

Pereira é o sexto ministro do governo Temer citado na lista de Janot, que também pediu abertura de investigação contra Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações), Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e Bruno Araújo (Cidades), de acordo com reportagens publicadas após o envio dos pedidos.

Entre os nomes citados também estão pelo menos dez governadores, entre eles Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ), Fernando Pimentel (PT-MG), Tião Viana (PT-AC), Beto Richa (PSDB-PR) e Renan Filho (PMDB-AL), segundo reportagem da Folha nesta quinta-feira. Para os governadores, o procurador-geral pediu ao STF que envie as delações ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Janot encaminhou na terça-feira 83 pedidos de abertura de inquérito contra políticos com prerrogativa de foro no STF, com base nos acordos de delação premiada de 77 executivos da Odebrecht com a operação Lava Jato.