A lista que abalou a República

Com base em delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht, o Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura de investigações contra nove ministros do governo de Michel Temer, 29 senadores, 40 deputados e três governadores. Ex-presidentes também foram citados por delatores.