'Little Island', o novo parque sobre o rio Hudson em Nova York

·2 minuto de leitura
Vista de "Little Island", o novo parque público em Manhattan, Nova York, inaugurado na sexta-feira, 21 de maio de 2021

Sobre 132 enormes tulipas de concreto apoiadas em pilares às margens do rio Hudson flutua a "Little Island", um novo parque público de 260 milhões de dólares inaugurado nesta sexta-feira (21) ensolarada em Nova York para deleite da população, após mais de um ano de pandemia.

O parque de um hectare tem muitos espaços verdes e vistas do sul de Manhattan e Nova Jersey, amplia até a 13th Street o alcance do Hudson River Park, que se estende por seis quilômetros ao longo da costa oeste de Manhattan.

Sua inauguração coincide com o levantamento da maioria das restrições ao coronavírus, na última quarta-feira, quando mais de 60% da população já recebeu pelo menos uma dose da vacina anticovid.

"Estou incrivelmente feliz por estar aqui e por ter sobrevivido à pandemia... Aqui estamos celebrando Nova York", disse à AFP uma das primeiras visitantes, Barbara Kenner, 60 anos, desempregada devido à crise de covid-19 que deixou mais de 30.000 mortos na Big Apple.

Como vasos de flores gigantes instalados sobre o rio em diferentes alturas, cada um de uma forma e tamanho específicos, as tulipas de concreto foram preenchidas com terra.

Nelas foram plantadas mais de 350 espécies de flores, árvores e arbustos, um anfiteatro com capacidade para acomodar quase 700 pessoas, outro ambiente mais intimista e um amplo gramado para tomar sol ou fazer piquenique, além de uma praça de alimentação.

O parque, um trabalho de uma década do arquiteto inglês Thomas Heatherwick - também autor do mirante The Vessel lookout at Hudson Yards - foi financiado principalmente pela fundação do bilionário Barry Diller e sua esposa, a estilista Diane von Furstenberg.

Diller disse ao The New York Times que por 20 anos ele vai pagar os altos custos de manutenção do parque, que estava à beira da destruição devido a uma série de ações judiciais até que o projeto foi resgatado pelo governador Andrew Cuomo.

Ele estima que no final terá gasto cerca de 380 milhões de dólares em Little Island, o maior presente de um indivíduo para um parque público na história da cidade.

Little Island recebe nova-iorquinos e turistas a partir de quinta-feira com visitas gratuitas entre 6h e 1h, mas após o meio-dia a reserva deve ser feita online.

A partir de junho, o local abrigará centenas de atividades culturais e educacionais gratuitas ou de baixo custo para todas as idades.

Entre os pilares que sustentam a estrutura é possível observar ainda diversos pilares de madeira antigos do que foi o píer 54, preservados para manter o habitat da vida marinha.

lbc/ll/jc/mvv