Liverpool esbarra na defesa do Bayern, que segura empate nas oitavas da Champions

O atacante senegalês do Liverpool Sadio Mané tentou abrir o placar diante de um Bayern de Munique sólido na defesa

O Bayern de Munique conseguiu um importante empate (0-0) no estádio do Liverpool, nesta terça-feira no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, embora continue sem vencer em Anfield.

Como consolo para o Liverpool, em seu único confronto com os alemães na Champions, uma semifinal da então 'Copa da Europa' de 1981, o time do norte da Inglaterra se classificou ao empatar em 1 a 1 em Munique na partida de volta, após um 0 a 0 no estádio inglês.

O Bayern preferiu dar a iniciativa ao Liverpool. O técnico da equipe inglesa, Jürgen Klopp, apostou em um 4-3-3, com Mohamed Salah, Roberto Firmino e Sadio Mané no ataque.

O time inglês entrou em campo com o volante brasileiro Fabinho improvisado na zaga central por Klopp, já que Virgil van Dijk cumpriu suspensão e seus dois companheiros, Joe Gomez e Dejan Lovren, estão machucados.

Já o Bayern decidiu deixar Robert Lewandowski um pouco isolado no ataque, apesar de receber o apoio de James Rodríguez, Kingsley Coman e Serge Gnabry, mais recuados.

- Bayern com mais posse, Liverpool com mais chances -

O Liverpool teve menos posse de bola que o Bayern de Munique no início do primeiro tempo, mas adiantou a marcação e criou as melhores chances de gol.

A primeira só veio aos 11 minutos quando o atacante Mohamed Salah recebeu um lançamento longo dentro da área e se esticou para concluir, mas Manuel Neuer defendeu.

O Bayern respondeu um minuto depois. Gnabry cruzou e Matip desviou contra a própria meta. Para alívio da torcida inglesa, o goleiro brasileiro Alisson estava bem posicionado e conseguiu evitar o gol.

Aos 15 minutos, Mané fez uma boa jogada e chutou de longe de perna esquerda, mas a bola foi pela linha de fundo.

Um minuto depois, foi a vez de Alisson dar um susto nos torcedores no Anfield ao se atrapalhar ao tentar dominar a bola com os pés, que acabou sobrando para o Bayern. O francês Kingsley Coman chutou forte mandando a bola para as redes pelo lado de fora.

Mas o Liverpool continuou criando oportunidades. Aos 23, um cruzamento veio na direção de Salah, que estava atrás da marcação e cabeceou na segunda trave pela linha de fundo.

Três minutos depois, o lateral alemão Joshua Kimmich recebeu um cartão amarelo após cometer uma falta dura em Mané. Com isso, não vai poder jogar a partida de volta, em Munique.

O Liverpool manteve a pressão e aos 32 minutos, em uma bela jogada, Firmino tocou para Keita, que chutou, mas a bola bateu na defesa do Bayern e sobrou para Mané. O atacante senegalês fez um giro, mas pegou mal na bola e mandou pela linha de fundo.

Aos 40 minutos, após a cobrança de escanteio, Salah deu um belo passe de calcanhar enganando a zaga alemã e deixando para Firmino. O brasileiro cruzou rasteiro para Matip, que concluiu para fora.

- Segundo tempo mais frio -

A segunda etapa começou com o Liverpool pressionando, ciente da necessidade de vencer em casa e levar uma vantagem para Munique.

Em um ataque rápido, Keita abriu na esquerda para Robertson, que Sule tentou interceptar. A bola sobrou alta para Salah que não conseguiu dominar e deixou a bola sair pela linha de fundo.

O Bayern respondeu por meio de Gnabry, que soltou uma bomba na entrada da área passando perto do travessão de Alisson.

Com o time alemão compacto na defesa e parecendo gostar do 0 a 0, Klopp fez duas alterações no Liverpool, tirando o volante Keita e o atacante Firmino e colocando Milner e Origi em campo.

Mas as mudanças não surtiram o efeito esperado. O time inglês ainda teve uma boa chance aos 39 do segundo tempo, quando Robertson cruzou para a área e Mané mergulhou para desviar de cabeça. Mas Neuer fez uma bela defesa, perto de sua trave direita.

Após o apito final, o goleiro alemão e capitão do Bayern se mostrou satisfeito falando à Sky Alemanha: "Nós sabemos que eles tinham ótimos atacantes. Nos defendemos bem, de forma compacta. É uma pena que não tenhamos marcado um gol fora de casa. Mas não é tão ruim assim. Poderia ter sido melhor mas voltamos para casa sem ter sofrido um gol, e isso já é bom."

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 13 de março em Munique. A torcida do Liverpool pode ter saído frustrada de Anfield, mas no jogo de volta o time se classifica com qualquer empate com gols. Um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.