Livro sobre o subúrbio carioca tem debates em sessões de lançamento

Sete dos autores que participaram do livro “Diálogos suburbanos”

RIO — Para onde está indo o subúrbio no Rio de Janeiro? O que permanece e o que está mudando nessas regiões? Que caminhos as políticas públicas traçam para esses bairros? Perguntas assim nortearam o projeto “Diálogos suburbanos”, uma série de sete encontros mensais com personagens e estudiosos da região, que aconteceram de abril a outubro no Palácio Rio 450, em Oswaldo Cruz, e acaba de virar livro.

— A publicação tem dez artigos escritos por 13 autores. Todos têm a ver com o que eles falaram e o que ouviram da plateia: sociabilidades, identidades, espaços urbanos, história, ocupação, política pública, geografia e cultura de uma forma geral— diz o historiador Rafael Mattoso, idealizador do projeto. — Nosso objetivo é dar publicidade à história e ao conhecimento sobre o subúrbio.

Parte da edição do livro será doada para escolas e instituições da rede pública da Zona Norte. Outra parte será vendida a R$ 40: a arrecadação ajudará a subsidiar o projeto em 2020.

Haverá sessões de lançamentos nesta quinta-feira, às 18h30, no Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ; dia 3 de dezembro, às 17h, na Folha Seca; e dia 8 de dezembro, no Casarti, às 14h. Mais informações na página do Facebook do Diálogos Suburbanos.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER ( OGlobo_Bairros )