Loja do Barcelona deixa de vender camisas de Lewandowski por falta de letras W

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Apesar de atravessar uma crise financeira, o Barcelona fez diversas transações milionárias na janela europeia. Uma delas foi a de Robert Lewandowski, que custou aos cofres do clube 42.5 milhões de euros (R$235 milhões de reais), com o valor da compra somada com premiações. Os fãs do polonês querem customizar a camisa do time com o nome do craque, mas encontram um empecilho. O motivo foi curioso: em uma loja oficial do clube, um vendedor disse que no estoque não havia mais a letra W.

O atendente explicou que, como o nome de Lewandowski tem duas letras W, o estoque se esgotou. Uma página de esportes republicou o vídeo do torcedor, que já acumula quase 900 mil visualizações. Nos comentários, os usuários deram sugestões de como resolver a questão: "Pega um M e vira de cabeça para baixo", comentou um torcedor. Outro usuário aproveitou o episódio para provocar o clube catalão, afirmando que o W — fazendo referência a "win", vitória em inglês — é uma coisa rara para o Barcelona.

Além de Lewa, o Barcelona assinou com o brasileiro Raphinha por 58 milhões de euros (R$315 mi) e renovou com o atacante Dembelé até 2024. De acordo com sites europeus, o clube conta com a venda do atacante Frankie De Jong para equilibrar as contas do Barça.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos