Lojas fechadas e 'pubs' abertos para o funeral de Elizabeth II

Muitos estabelecimentos comerciais fecharão na segunda-feira para o funeral de Estado da rainha Elizabeth II, mas milhares de pubs e bares permanecerão abertos para os britânicos brindarem pela falecida monarca.

O Reino Unido declarou feriado para o evento, que contará com a presença de dezenas de líderes mundiais e será acompanhado por milhões de pessoas em todo o mundo na televisão e nas redes sociais.

As escolas britânicas e a Bolsa de Valores de Londres estarão fechadas nesse dia, como é o caso em todos os feriados do Reino Unido, e os hospitais adiaram várias consultas.

Este dia de descanso para milhões de britânicos pesará sobre a economia do Reino Unido, que já se encaminha para a recessão devido à alta inflação.

Os maiores supermercados do Reino Unido, liderados por Tesco e Sainsbury's, fecharão, assim como a principal loja de roupas Primark.

A varejista de alimentos e roupas Marks and Spencer planeja abrir apenas algumas lojas localizadas perto de onde o funeral e o enterro ocorrerão, dentro e nos arredores de Londres. Todas as filiais do gigante americano McDonald's no Reino Unido fecharão até que o funeral termine.

Mas nem todo mundo está feliz com os fechamentos. O descontentamento dos turistas nas casas de veraneio do Center Parcs reverteu a decisão de impedir o acesso por 24 horas.

Os visitantes foram informados de que teriam que desocupar os parques na próxima segunda-feira "por respeito e para permitir que o maior número possível de funcionários faça parte deste momento histórico".

Após s reclamações, no entanto, o Center Parcs disse que os hóspedes que ainda estivessem de férias em suas instalações teriam permissão para ficar. Aqueles que estavam agendados para entrar na segunda-feira terão que atrasar sua chegada em um dia.

"Depois de refletir e ouvir, tomamos a decisão de permitir que hóspedes com estadias mais longas fiquem (...) em 19 de setembro", disse a empresa em uma mensagem aos seus clientes, publicada pela mídia.

- Pubs "homenageiam" a rainha -

O maior grupo de pubs do Reino Unido disse que planeja manter os pubs abertos e exibir o funeral em suas televisões.

"A morte de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II é um momento importante e triste", disse o grupo Stonegate, que administra cerca de 4.500 estabelecimentos, em nota.

"Os nossos 'pubs', bares e espaços vão continuar abertos e, na medida do possível, transmitirão o funeral (...) para homenagear a sua vida e o seu serviço", acrescentou o seu proprietário.

Muitos outros 'pubs' planejam continuar funcionando, como o Greene King, que abrirá todos os seus estabelecimentos no centro de Londres, permitindo que as "comunidades se unam".

Por outro lado, o aeroporto de Heathrow, em Londres, indicou que são prováveis interrupções nos voos.

"Prevemos mais mudanças nas operações de Heathrow... quando o funeral de Sua Majestade acontecer", disse o aeroporto.

O tráfego aéreo sobre o centro de Londres já estava limitado na quarta-feira durante a transferência do caixão da rainha do Palácio de Buckingham para Westminster. Ele permanecerá lá até a manhã de 19 de setembro, quando será transferido para a Abadia de Westminster para o funeral de Estado, antes de seu enterro mais tarde nesse dia no Castelo de Windsor.

bur-bcp/tjc/zm/aa