Lojas Renner são alvo de ataque cibernético e site sai do ar nesta quinta-feira

·1 minuto de leitura

RIO — O sistema das Lojas Renner recebeu um ataque cibernético nesta quinta-feira, dia 19, o que derrubou o site, impossibilitando a venda de mercadores no ecommerce, como os consumidores puderam notar. Internautas chegaram a se manifestar nas redes sociais sobre a indisponibilidade de acesso às compras. O empreendimento se comprometeve a informar "qualquer informação relevante relacionada a este evento", bem como acionar "as autoridades competentes nos próximos dias".

Em um comunicado aos acionistas e ao mercado em geral, a empresa explicitou que seu ambiente de tecnologia da informação foi alvo de criminosos, tendo seus sistemas e operação em parte afetados. Diante da situação, foram acionados os "protocolos de controle e segurança para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos".

"Neste momento, a Companhia atua de forma diligente e com foco para mitigar os efeitos causados, com a maior parte das operações já restabelecidas e tendo sido verificado que os principais bancos de dados permanecem preservados. Cabe ressaltar que em nenhum momento as lojas físicas tiveram suas atividades interrompidas. A Companhia ressalta ainda que faz uso de tecnologias e padrões rígidos de segurança, e continuará aprimorando sua infraestrutura para incorporar cada vez mais protocolos de proteção de dados e sistemas", destacou a Renner.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos