Luís Castro conversa com integrantes de organizada no CT Lonier e pede apoio: 'ou estamos juntos, ou não dá'

Após integrantes de uma torcida organizada invadirem o CT Lonier para protestar contra os últimos resultados do Botafogo e cobrarem jogadores que estavam no departamento médico, como Victor Sá, Lucas Fernandes e Del Piage, o técnico Luís Castro parou para falar com os protestantes na porta do Centro de Treinamento.

— Estamos Diego Gonçalves, Lucas Fernandes, Oyama, Sauer lesionados. Ou vocês estão juntos conosco, ou vamos ter mais dificuldades. Eu cobro todos. Eu represento (vocês). Vocês sabem o momento que vivemos nos últimos aos. Ou estamos todos juntos, ou não dá — disse o treinador português.

Após a conversa, quando entrava no carro para comandar o treino desta tarde, Castro respondeu aos pedidos de que o time "lutasse" na partida da próxima quinta-feira, contra o São Paulo, às 16h, no Nilton Santos.

— Vamos lutar. Lutar não é sinônimo de ganhar — finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos