Luísa Sonza: ‘Sinto atração por mulher e homem desde criança’

·1 minuto de leitura
KOPV4080.jpg

Recentemente, após soltar o clipe de “Tentação”, no qual troca beijos com a cantora Carol Biazin, Luísa Sonza assumiu publicamente sua bissexualidade. Desde então, ela ainda não tinha comentado a decisão de falar sobre sua orientação sexual publicamente.

Em entrevista ao GLOBO (LEIA NA ÍNTEGRA), porém, ela falou. Mas teve todo o cuidado possível para escolher as palavras, e chegou a admitir que tinha medo de “não se expressar da melhor maneira”.

Abaixo, o que Luísa, que namora o cantor Vitão, falou sobre sua bissexualidade.

Recentemente, você se assumiu bissexual. Como acha que pode contribuir para a comunidade LGBT+?

Ainda é um assunto delicado, por vários motivos. Tenho muito cuidado ao falar disso por não estar na linha de frente, vivendo essa luta diariamente. Estou num relacionamento hétero, mas sou 100% bissexual, tenho certeza absoluta disso, sinto atração por mulher e homem desde criança. Resolvi falar porque notei que isso estava aparecendo em todas as minhas músicas, principalmente quando estive solteira, e vi que estava me privando de tanta coisa que era natural para mim. Mas ainda estou digerindo isso como pessoa pública.

Você considera uma responsabilidade assumir publicamente sua bissexualidade? Acha um espectro deslegitimado pela sociedade?

Nós somos, bastante. Essa parte eu me sinto bastante no direito de falar sobre. Sobre ser uma mulher bissexual, ter a paciência de explicar de fato como é. A bissexualidade dentro da sociedade e da comunidade é descredibilizada. Eu mesma me questionei muito, de tanto ouvir os outros me questionando. Cheguei a achar que eu era doida, sabe? Mas hoje acho incrível poder dar visibilidade a isso de alguma forma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos