Lua de mel de Cachoeira em resort de luxo revolta internautas

RIO - O bicheiro Carlinhos Cachoeira passou o fim de semana com a mulher, Andressa, em um resort de luxo na Península de Maraú, no litoral baiano. A imagem dos dois aproveitando a lua de mel gerou revolta entre os leitores do GLOBO, já que Cachoeira foi condenado em dezembro do ano passado a 39 anos, oito meses e dez dias de prisão por formação de quadrilha, corrupção ativa, violação de dados sigilosos, advocacia administrativa e peculato. Ele chegou a ser preso, mas foi solto poucos dias depois. Em liberdade, se casou com Andressa.

"Isso é uma palhaçada! O cara é condenado e passa férias em resort?", escreveu Eduardo Cassiano em comentário no Facebook do GLOBO.

"É revoltante saber que o Brasil é um país sem lei. Por isso, a violência e a corrupção aumentam a cada dia. A falta de leis sérias que funcionem estimulam o mal. Num país sério, este senhor estaria preso! Aqui só os pobres pagam" escreveu Marcia Regina de Oliveira no Facebook.

Em comentários no site do GLOBO, leitores também externaram sua revolta e reclamaram da impunidade no país.

"Os poderosos estão acima da lei no Brasil. Contra eles nada pode ser feito. Mas experimenta roubar uma laranja na feira...", comentou Tereza Zapetek.

"Brasil, terra do café, do futebol e da impunidade. Não pensem que este país é respeitado lá fora porque não é. Brasileiro no exterior tem fama de criminoso por causa desses malditos personagens", afirmou a leitora em outro cometário.

Diária de até R$ 3 mil

Cachoeira hospedou-se num dos bangalôs do Kiaroa Eco-Luxury Resort, onde a diária chega a até R$ 3 mil. Cachoeira e Andressa foram fotografados numa das piscinas do hotel, que fica em Taipús de Fora.

Para deixar Goiânia, Cachoeira depende de autorização da Justiça. Nas fotos no resort, Cachoeira e Andressa aparecem ao lado de outras pessoas, sentados numa mesa no entorno da piscina. A gerência do hotel não quis dar informações neste domingo sobre o casal de hóspedes.

"Este é o nosso querido Brasil e seu código penal que não querem mudar, de maneira alguma!", escreveu o leitor José Araujo Caetano.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias