Lucas e Orelha abraçam o "pagopop" ao lançar primeiro DVD

Lucas e Orelha para o lançamento do primeiro DVD da dupla. (Foto: Divulgação/Brunini)
Lucas e Orelha para o lançamento do primeiro DVD da dupla. (Foto: Divulgação/Brunini)

Campeões do reality show "SuperStar", da TV Globo, a dupla Lucas e Orelha lança seu primeiro DVD em partes desde de fevereiro. A última leva do novo projeto audiovisual será liberada nesta sexta-feira (12) e conta com participações de Belo, Turma do Pagode e Marvvila, mergulhando de vez no "pagopop".

A nova fase chega após os artistas lançarem um projeto musical no YouTube durante a pandemia, em que gravaram covers de canções famosas de Sorriso Maroto, Thiaguinho, Ferrugem e Gustavo Lins, que já acumula milhões de visualizações na plataforma.

O gatilho de lançar um projeto inteiro de pagode surgiu justamente por conta do sucesso dos mashups. “Estamos vivendo uma fase de reestruturação, de mudanças. A gente vem numa transição do pagode, de um ‘pagopop’, que mantemos as nossas referências do dentro do nosso pagode”, disse Lucas em entrevista ao Yahoo.

A nova fase é descrita pela dupla como um momento de renovação e de desafios, mas a transição foi tranquila e gradual, já que o ritmo sempre os abraçou. “A gente já vinha há alguns anos namorando o pagode, desde o ‘SuperStar’, quando participamos e o Thiaguinho foi o nosso padrinho", explicou Orelha. “Foi muito simples, muito tranquilo pensar nesse projeto. Pensamos com muito carinho e com muita propriedade depois de viver os palcos da vida com a galera do pagode”.

A mudança no visual da dupla também ajudou a reforçar a estética pessoal dos artistas, já que por muito tempo, o público achava até mesmo que eles fossem irmãos. Eles receberam ajuda do stylist Paulo Lucas nesse processo. “Cada um tem uma estética completamente diferente, cada um fala de uma forma diferente, vamos passar a vestir e a se portar de forma diferente”, propôs. “Os últimos anos foram maravilhosos nesse quesito, né?”, brincou Orelha.

Para manter forte suas essências na produção do DVD, os cantores participaram de todos os processos da produção, incluindo referências do R&B e da música black, mas sem tirar a influência da cultura brasileira. “Ajudamos a escolher cenários, algo que trouxesse uma referência ao Brooklyn, mas também que não perdesse a essência do Brasil. Tem uma quadra de basquete e as participações saem do metrô, que é onde dos grandes artistas cantam no metrô, principalmente aqui no Rio de Janeiro”, explicou Lucas.

Colaborar com tantos artistas importantes prova o quão longe a dupla já chegou desde sua participação na competição musical da Globo. “Foi algo imensurável assim”, disse ele. “É algo de se sentir orgulhoso. Poxa, eu gravei com essa galera, eu tive a oportunidade de cantar, eu tive a oportunidade de fazer um som”.

Depois do lançamento do DVD, eles já tem uma lista de artistas com quem gostariam de colaborar no futuro. “Sem sombra de dúvida, sem pensar muito, Seu Jorge, Emicida, Alexandre Pires e Péricles são caras que o coração lateja de gravar uma música junto”, contou Orelha. Lucas citou ainda as mulheres que são referência para eles: Ludmilla, Iza e Alcione. “Uma galera que a gente também bebe muito da água”, completou.