Luciano Hang ataca Igreja Católica e padre Julio Lancellotti

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Padre Julio Lancellotti conversa com pessoas em situação de rua em São Paulo (Foto: REUTERS/Nacho Doce)
Padre Julio Lancellotti conversa com pessoas em situação de rua em São Paulo (Foto: REUTERS/Nacho Doce)

O empresário bolsonarista Luciano Hang, da Havan, atacou no domingo (29) a Igreja Católica e o padre Julio Lancellotti, da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo, que ajuda pessoas em situação de rua. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Hang disse, no grupo do WhatsApp chamado Empresários & Polícia, que padres que ajudam pessoas pobres estão errados, e que a Igreja é “cúmplice das mazelas do PT”.

“É da turma do Lula. Hipocrisia pura. Temos que ensinar a pescar, e não dar o peixe. Cada dia que passa é mais malandro vivendo nas costas de quem trabalha. Quem defende bandido, bandido é”, falou Hang.

“Não podemos dar moleza para essa turma só porque são padres. Ou ficam do lado certo ou devemos cobrar coerência do que eles pregam”, acrescentou.

A declaração aconteceu depois que outro integrante do grupo uma reportagem do site Brazil Journal, publicada no sábado (28/5), intitulada “Na São Paulo gélida, um padre e a (verdadeira) mão de Deus”. Uma foto de Lancellotti ilustra o texto.

Apesar do empresário chamar as pessoas em situação de rua de “bandidos”, a reportagem mostrava estas pessoas passando frio na cidade de São Paulo.

Sobre a Igreja Católica o dono da Havan declarou que ela é “cúmplice das mazelas do PT. Foram os fiadores de tudo o que aconteceu. Não podemos generalizar, mas ajudaram bastante o PT a chegar ao poder”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos