Luciano Hang, dono da Havan, deseja "ótima administração" ao governo Lula

Luciano Hang acompanha Jair Bolsonaro em cerimônia de comemoração do 200º aniversário da independência do Brasil em 7 de setembro de 2022 (Foto: Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images)
Luciano Hang acompanha Jair Bolsonaro em cerimônia de comemoração do 200º aniversário da independência do Brasil em 7 de setembro de 2022 (Foto: Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images)

Luciano Hang, dono da Havan e um dos maiores apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, resolveu desejar que o governo Lula faça uma "ótima administração", e sem mencionar o nome do novo presidente, que "o piloto faça um belo voo".

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, assessores de Hang veem uma mudança no posicionamento do empresário para tentar combater notícias falsas de que ele estaria envolvido em atos antidemocráticos que contestam a vitória de Lula.

"Passadas as eleições, e para acabar com as fake news que vêm espalhadas nas redes sociais utilizando o meu nome, quero desejar ao novo governo que faça uma ótima administração. Torço pelo piloto, afinal de contas estamos todos no mesmo avião. Que possamos ter paz, harmonia, felicidade e muitos empregos para todos os brasileiros", afirmou o empresário.

Hang disse também que nunca teve interesse político e que pode ter "concorrentes de ideias, mas jamais inimigos pessoais".

"Sempre torci e continuo torcendo pelo melhor para o Brasil e para os brasileiros. Estive na campanha em prol de um projeto a favor de um estado menor, com menos burocracias e mais empregos. Meu interesse nunca foi em ser político, mas lutar por uma causa que atenda a toda a população. Sempre disse que posso ter concorrentes de ideias, mas jamais inimigos pessoais", afirma Hang em nota.

Após sinalizar durante as eleições que poderia perder a disposição para investir no Brasil caso Lula vencesse a eleição, Hang disse que continuará na ativa através de post nos perfis da Havan nas redes sociais.

Hang teve que usar os perfis da Havan porque suas contas pessoais nas redes sociais estão bloqueadas por determinação de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?