Luciano Huck critica Bolsonaro e cita retorno de Lula em artigo ao Financial Times

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.03.2018 - O apresentador Luciano Huck. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.03.2018 - O apresentador Luciano Huck. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Luciano Huck publicou um artigo no Financial Times nesta quinta-feira (11) criticando a gestão de Bolsonaro na crise sanitária e na proteção do meio ambiente. Ele também menciona o episódio da interferência de Bolsonaro na Petrobras no mês passado e o impacto do retorno político de Lula na confiança do mercado.

O apresentador, cotado para ser candidato a presidente em 2022 com apoio de parte do empresariado, escreve também que, caso o governo Bolsonaro insista no negacionismo climático, o país pode piorar sua imagem e ser visto ainda mais como um pária no mundo.

O texto foi lido entre empresários brasileiros como uma exposição internacional no momento em que o ex-presidente Lula volta a ter condições de disputar a eleição de 2022. O jornal britânico Financial Times é uma das principais publicações econômicas globalmente. ​​

Ao longo do texto, Huck informa o leitor que seu nome circulou como potencial presidenciável na eleição passada, mas diz que sua meta é ajudar a construir lideranças para o país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos