Luciano Huck grava vídeo para defender pesquisas eleitorais

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 07.12.2019 - O apresentador Luciano Huck. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 07.12.2019 - O apresentador Luciano Huck. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador Luciano Huck, da TV Globo, publicou um vídeo em suas redes sociais em que explica o modo como são feitas as pesquisas eleitorais e as defende das acusações de que seriam fraudulentas.

As acusações aos institutos responsáveis por esses levantamentos têm sido frequentes por parte do presidente Jair Bolsonaro (PL) e aliados, como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

No vídeo, Huck rebate a suspeita lançada de que as pesquisas não seriam confiáveis por entrevistar uma parcela pequena da população.

Ele compara o método a um exame de sangue. "No exame de sangue, uma pequena amostra é suficiente para contar o que acontece no seu corpo inteiro. Com a pesquisa eleitoral é a mesma coisa", diz.

O apresentador prossegue a explicação, dizendo que a amostragem é baseada no censo realizado a cada dez anos pelo IBGE (Instituto Brasileira de Geografia e Estatística).

Huck afirma que a metodologia funciona e compara resultados de pesquisas anteriores, de institutos como o Datafolha, com resultados de eleições.

Mas ele ressalva que sempre há uma margem de erro, e que levantamentos retratam apenas o momento em que são feitos. "É um retrato do país naquele instante".

"Mas o que de fato importa é o seguinte: o Brasil tem, sim, uma tradição séria em pesquisas eleitorais, feitas por gente capacitada, com metodologia científica", finaliza o apresentador.