Huck critica frieza de Bolsonaro com mortes: "Preocupado com Tubaína"

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
Huck se diz "assustado" com frieza de Jair Bolsonaro (Foto: Instagram @lucianohuck/Getty Images)
Huck se diz "assustado" com frieza de Jair Bolsonaro (Foto: Instagram @lucianohuck/Getty Images)

Luciano Huck usou as redes sociais nesta quarta-feira (20) para criticar Jair Bolsonaro. O apresentador chamou atenção para a frieza do presidente em relação às milhares de mortes causadas pelo novo coronavírus. “Assustador. Sensibilidade zero”, dispara no Twitter. Até a publicação desta matéria, quase 18 mil pessoas foram vítimas da doença no Brasil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

“Nenhuma palavra de carinho com as vítimas da pandemia. (...) O Brasil está descoordenado”, completa o global. Huck também disse que Bolsonaro está “preocupado com a Tubaína” em meio à crise. A autoridade máxima do país fez piada sobre o uso da cloroquina durante live na noite da última terça-feira (19). “Quem é de direita toma cloroquina. Quem é de esquerda toma... Tubaína”, ironiza o presidente em vídeo.

Leia também

Luciano aproveitou o mesmo post para alfinetar o ex-presidente Lula, que também deu declarações polêmicas sobre a pandemia da covid-19. Confira:

O apresentador foi apoiado, mas também muito criticado no post. Alguns enxergaram oportunismo na fala de Huck, que tem se engajado cada vez mais na política. “E sua preocupação é chegar à presidência”, “usar mortes como palanque político e para ‘lacrar’ é muito cruel” e “hipócrita” são algumas das críticas ao global.