Lucro do BNDES cresce 76% no terceiro trimestre

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teve lucro líquido de R$ 9,6 bilhões no terceiro trimestre de 2022 — montante 76 % superior ao registrado no mesmo período de 2021. Os resultados financeiros da instituição foram apresentados nesta quinta-feira.

Capital: No BNDES, pressa para devolver bilhões ao Tesouro gera desconforto sobre balanço

De acordo com o BNDES, o desempenho foi impulsionado por R$ 7 bilhões pagos em dividendos pela Petrobras. O Banco possui atualmente R$ 68,8 bilhões em participações societárias, mesmo patamar do trimestre anterior.

A inadimplência caiu de 0,17% em junho para 0,10% em setembro, o menor patamar desde o primeiro trimestre de 2021.

O valor devido pelo BNDES ao Tesouro Nacional caiu 10,2% na comparação trimestral, após pagamento de R$93 bilhões.

— Nós realizamos pagamento de R$ 338,1 bilhões desde setembro, dos quais R$ 45 bilhões estão previstos até dezembro de 2022 — afirmou Gustavo Montezano, presidente do banco. — O BNDES está muito mais preparado do que há quatro anos. Esperamos que a próxima gestão dê continuidade aos nossos projetos e faça o que não fizemos.