Lucro operacional da SAP sobe 8% no 1º tri, mas fica abaixo do esperado

FRANKFURT (Reuters) - A SAP, maior empresa de software da Europa, reportou lucro ligeiramente abaixo do esperado no primeiro trimestre, à medida que vendeu mais produtos de computação em nuvem, que são menos rentáveis.

O lucro operacional, sem considerar itens extraordinários, subiu 8 por cento no primeiro trimestre, para 1,198 bilhão de euros, informou a fabricante alemã de softwares em comunicado divulgado nesta terça-feira.

O resultado ficou ligeiramente abaixo da média das previsões de 13 analistas consultados pela Reuters, de 1,229 bilhão de euros. As estimativas individuais variaram de 1,183 bilhão a 1,298 bilhão de euros.

A receita da SAP aumentou 12 por cento no primeiro trimestre, para 5,285 bilhões de euros, superando a média das projeções de 5,179 bilhões de euros.

A base de clientes da SAP migrou ainda mais de clássicos produtos de software de margens maiores para plataformas de computação em nuvem mais novas e menos rentáveis.

"Continuamos nossa rápida expansão em computação em nuvem", disse o diretor de finanças da SAP, Luka Mucic, em comunicado. "Tivemos um bom começo para atingir a meta anual e estamos confiantes de que elevaremos nossa lucratividade em 2018 e depois".

A SAP informou prever receita de 23,2 bilhões a 23,6 bilhões de euros em 2017, e lucro operacional de 6,8 bilhões a 7 bilhões de euros, em taxas de câmbio constantes.

(Por Harro ten Wolde)