Ludmilla diz que não seguiu Bolsonaro no TikTok: ‘Se foi alguém da equipe, é tchau’; áudio

A cantora Ludmilla usou as redes sociais nesta terça-feira para desmentir os boatos de que ela teria seguido o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) no TikTok. Ela disse ter tomado conhecimento do assunto pelos “haters” e aproveitou o pronunciamento para reafirmar seu apoio ao candidato eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT): “por aqui, seguimos fazendo o L”, disse.

Cantora morreu aos 77 anos: Gal Costa deixa o filho, Gabriel, que definia como uma 'uma luz na minha vida'

Anitta, Luísa Sonza e Ludmilla: Veja famosos que comemoram a vitória de Lula

“Gente, que história é essa que eu segui o Bozo no TikTok? Eu odeio seguir gente, ainda mais no TikTok, que eu sigo pouquíssimas”, escreveu Ludmilla no Twitter. A artista ainda afirmou que, se a ação foi feita por alguém da equipe dela, o responsável seria demitido: “se foi alguém da equipe que fez isso, vocês já sabem o desfecho, né? É tchau, simples assim”.

Logo depois, a cantora compartilhou uma publicação do amigo Kaique, que trabalha na equipe de assessoria dela. No post, um áudio que Ludmilla enviou para ele é divulgado. Nele, ela diz que estava vendo “um bom filme” com a esposa, Bruna, quando recebeu a ligação de Kaique, que estava “desesperado” porque alguém tinha seguido Bolsonaro no perfil dela.

“Gente, eu mal sigo quem eu gosto. Da minha família, eu sigo só a Bruna, nem gosto de seguir muita gente. Eu segui o meu irmão também, eu acho. Eu ia seguir o Bozo, que não me representa? E que tá de férias, não tá nem postando nada, eu ia seguir ele pra quê? Já até acabou os memes dele (sic), já até perdeu a eleição”, diz a cantora no áudio.

Após a vitória de Lula nas eleições, Ludmilla publicou nas redes que o Brasil estava “sorrindo de novo”. Ela, que chamou a atenção no Rock in Rio, quando vestiu a camisa da seleção brasileira e pediu aos fãs para fazerrem o sinal de L, ainda exibiu uma foto ao lado do político. “Tamo junto, meu presidente. O after da posse é por minha conta”.